Yes, ela tem banana!

Giovanna Penido é uma linda mulher, engraçada, inteligente, elegante. E ainda tem espaço e tempo para ser esposa e mãe. Ela está em quase todos eventos que incluam moda, arte, criatividade. Estas coisas para poucos e bons. Viajada e viajante tem, naturalmente, um olhar cosmopolita. Logo, vê o Brasil como raras pessoas podem. De longe, todo mundo parece normal, até mesmo este Brasil.


- Giovanna, você faz tanta coisa, afinal, qual é a tua?

- Até eu me pergunto! É estilo, design, fazeres e saberes. Sou plural: comunicação e marketing;  moda, artes, decoração. Tudo que é criativo.

- O que trouxe da Fashion Image em Milão?

Uma visão ampliada da moda, suas interseções com outras áreas.

- O que é marketing criativo?

Atração para algo criativo que leve a uma tomada de consciência para a marca, a empresa. Pensar diferente.

- Moda, estilo, design e artesanato estão todos na mesmo site @giovanna banana?

- São meus ingredientes. O site reúne meus trabalhos tanto na área empresarial, como na pessoal. Também atuo com pessoas, especialmente como consultora de imagem. Me dá "muuuito" prazer resgatar a confiança através de uma imagem pessoal. E as crônicas! Tenho várias engavetadas, várias já publicadas e até convite para uma coluna.

- Por que banana? Pra rimar?

- Sim e pra mostrar que dentro da casca tem uma fruta riquíssima, deliciosa. A banana parece uma vírgula ou seja, tem sempre algo mais, não é um ponto final. E tem certa irreverência.

- Você é também famosa pelas viagens que fez...

A “culpa” é da revista National Geografic, leitura obrigatória desde criança. E do medo de avião do meu pai, só viajávamos de carro. Comecei atravessando várias vezes a Belém-Brasília ainda de terra.  Já percorri 23 dos 26 estados do Brasil. Aprendi a ver o belo nas coisas simples. Minhas infinitas viagens são consideradas exóticas. Conheço os cinco continentes e sempre tenho a mesma postura nas minhas viagens; gosto de vivenciar a cultura do outro, entro no modo de empatia total, sou muito curiosa.

- Sem entregar o ouro, em que área gostaria de ter um projeto aprovado pelas leis de incentivo à Cultura?

É estimulante e posso entregar o ouro, sim. Pretendo emplacar um projeto na área de moda e design. E com ações de grande impacto, gerar visibilidade para Minas e BH como grandes produtores de moda do Brasil.

- O "belo é sempre bizarro", como dizia Baudelaire?

-Se o belo é uma referencia padrão a ser alcançada, a busca do belo passa pela bizarrice. Viramos cópias "fakes" do imaginário alheio. Em  abril, darei uma palestra em São Paulo, sobre esse tema, no Seminário Internacional de Beleza Autêntica.

- Se der para fazer planos, como espera que seja 2018?

Trabalho, trabalho e trabalho. E pretendo lançar a edição impressa da minha coleção de fotos de tampas de bueiros, registros que venho fazendo em todas as cidade que visitei.