Paulo Navarro | terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Cláudia Leite e o renomado chef Léo Paixão

Foto: Edy Fernandes


A jornalista Luciana Mussi e a conceituada assessora de imprensa Karina Vianello

Foto: Edy Fernandes


Herança maldita 

O antigo Brasil faz e ainda fará vítimas no novo Brasil. Triste e fácil constatar os problemas de sempre, já no primeiro mês de 2020: dengue, enchentes, mortes, violência e a economia que, de tão abalada, ainda respira por aparelhos enquanto não ressuscita. A corrupção desenfreada e a ganância eterna ainda matam brasileiros. O ruim pode ficar pior, mesmo que 2019 tenha assinalado bons ventos.

Herança macabra 

Em Minas, estas chagas são palpáveis, uma maldição em variados setores. Estado quebrado e outras tragédias. Dia 25, um ano do desastre de Brumadinho. O Cruzeiro na segunda divisão fez a alegria momentânea dos adversários que nem comemoram mais. É ruim para Minas, para todos.

Herança pobre 

A queda do Cruzeiro tem nada de engraçada e é sintoma de muita podridão. Muito ruim para a nossa já combalida situação financeira. Coroando toda essa tristeza, começamos o ano com o caso Backer. Ainda é cedo para conclusões, mas é fácil prever mais perdas e danos.

Herança sinistra

Fora as mil e umas especulações, não sabemos o que de fato se passou com a Backer e suas cervejas mortais, mas existe um culpado, em um dos lados. Foi negligência, acidente, sabotagem ou crime premeditado? Bom lembrar que a Backer, até agora, é uma empresa séria, conduzida por gente séria e competente. Uma bela história! Um sucesso! Um exemplo! O mistério será resolvido. Por enquanto, é o mais novo capítulo da supracitada maldição. Economia doente, Brumadinho, Cruzeiro e agora Backer. Torçamos.


Curtas & Finas

* Celebrar a gastronomia mineiramente, com espaço para prosa, degustação de produtos e paradinha para comprar um presente.

O BH Shopping foi o escolhido para o Empório Itinerante do Projeto Aproxima.

Diversos clássicos da consagrada Feirinha: queijos, doces, quitandas, cafés, pães, cachaças, cervejas artesanais, charcutaria, além de chefs e cozinheiros preparando pratos na hora.

Ao longo de janeiro, o Empório apresentará diferente seleção de expositores.

* Pasmem ou não. Spotify lança playlists para cachorros que ficam sozinhos em casa. Descobriu que um em cada quatro donos de animais tocam música para que seus animais de estimação ouçam quando estão fora de casa.

Carências humanas e animais também evoluem. Antigamente, deixava-se a luz e a TV acesas, para fazer companhia.

Por isso, a empresa sueca de streaming de áudio lançou podcast com música suave, “dog-directed praise”, histórias e mensagens narradas por atores para aliviar o estresse de cães que ficam sozinhos em casa.