Paulo Navarro | terça-feira, 1º de dezembro de 2020

As cores do P&B de Lena e Luísa Pinheiro

Foto: Edy Fernandes


Luzes livres

Com criação e direção da produtora cultural Danusa Carvalho, em parceria com o artista visual Rafael Cançado, já está, literalmente no ar, o festival Luzes da Liberdade, iniciando as comemorações de Natal em Belo Horizonte, em novo formato. Uma programação cultural e de iluminação que extrapola os contornos da Praça da Liberdade e cria um circuito que vai até a Praça da Estação.

Luzes históricas

O circuito passa por pontos específicos da rua da Bahia, com série de edificações tombadas pelo Iepha-MG e o viaduto de Santa Tereza, formando um percurso turístico e cultural de experiência audiovisual, com um grande show de luzes, laser e apresentações de artistas, até 6 de janeiro, abrangendo equipamentos culturais do Circuito Liberdade e outros.

Luzes capitais

Outros como a Funarte e o Teatro Minas Tênis Clube, além de transmissões ao vivo pelas plataformas digitais do projeto. A iniciativa também celebra os 300 anos da Capitania de Minas Gerais e, para isso, contará com uma agenda de projeções mapeadas na fachada do Palácio da Liberdade, assinadas por um coletivo de artistas capitaneados pelo arquiteto e artista digital Rafael Cançado.


A animada trinca de Léo Stalone, Amélia Ávila e Eduardo Pacheco

Foto: Edy Fernandes


Cantinhos de BH

No dia 12, Belo Horizonte comemora 123 anos, claro, em novo formato. A RecordTV Minas realiza a campanha #MeuCantinhoemBH, homenageando a capital mineira e a beleza da cidade. Buscando incentivar os moradores a compartilharem fotos dos seus lugares favoritos em BH nas redes sociais, com a hashtag #MeuCantinhoemBH, a campanha vai mostrar a cidade pelos olhos do belo-horizontino.

Cantinhos encantados

As melhores fotos serão escolhidas pela emissora para fazer parte de uma exposição digital que ficará hospedada no Portal R7 Minas. As imagens também ficarão disponíveis no perfil oficial da RecordTV Minas no Instagram (@recordtvminas) e serão exibidas no Balanço Geral MG. O diretor comercial e marketing, Wagner Espanha, destaca que a campanha também mata a saudade de tantos queridos locais da cidade.


Em São Paulo, Julius “Taschen” Wiedemann, muito bem acompanhado de Mariana Ximenes, linda até de máscara

Foto: Avesani Produções


Curtas & Finas

* Promovendo experiências exclusivas e ressignificando momentos, o Espaço Somattos realizou, recentemente, um segundo encontro. Transmitido online, do Espaço Namah, com uma audiência de mais de 100 espectadores, o Day Flow Yoga contou com a participação de Carol Rache, “life coach” e instrutora de yoga.

* Em São Paulo, os designers André Gurgel e Felipe Bezerra, do estúdio Mula Preta, em parceria com o brasileiro Julius Wiedemann, editor sênior da Taschen em arquitetura e design, receberam convidados para comemorar os 40 anos da editora. Os visitantes aplaudiram premiados títulos da editora alemã, além de amplo portfólio que será mantido de forma permanente dentro da loja. O destaque da exposição foi a edição limitada dos 20 anos do livro Sumo, de Helmut Newton. Entre os convidados, Bia Doria, Bob Wolfenson, Gabriel Wickbold, Mariana Ximenes e Tuca Reinés.

* Começou a 15ª Bienal Naïfs do Brasil no Sesc Piracicaba. Com curadoria de Ana Avelar e Renata Felinto, a Bienal reúne 125 artistas de 21 estados do país, além do Distrito Federal. Com o tema “Ideias para adiar o fim da arte”, a exposição traz 212 obras em suportes diversos. São instalações, pinturas, desenhos, colagens, gravuras, esculturas, bordados, marcheteria e entalhes. De Minas, participam artistas de Sete Lagoas, Poços de Caldas, Belo Horizonte e Santa Luzia.