Paulo Navarro | terça-feira, 10 de março de 2020

Na inauguração do terceiro espaço do restaurante Coco Bambu na capital, os anfitriões Ricardo Caixeta, Rafael Neves, Elias Bacha e Idezio Rolim

Foto: Edy Fernandes


No mesmo evento, experimentando deliciosos frutos do mar no BH Shopping, Wagner Espanha, Ciro Carvalho e o diretor geral da Band Minas, Bernardo Teles

Foto: Edy Fernandes


Dois pesos 

A dengue mata muito mais no Brasil, mas a imprensa mundial só fala de coronavírus porque este está em todo o mundo e estragando negócios, enfraquecendo economias fortes e frágeis. Amiga brasileira, residente na Suécia comenta: “A El Al, companhia aérea israelense, demite mil funcionários para não quebrar. Aqui, na Suécia, quem diria, estocamos comida, porque já não se acha muita coisa básica”.

Duas medidas 

“Parece racionamento de guerra, inimaginável num país como a Suécia, termos que estocar arroz, massas, sopas prontas, feijão pronto. E dobrou o número de pessoas contaminadas aqui em menos de dois dias. A coisa está feia. Temos muitos recursos, mas a economia vai sofrer”.


Ler e ouvir 

Mais atenção ao que já se sabe ou há muito era esperado: games e fones cada vez mais tecnológicos podem ser ameaça à audição. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que 50% dos jovens entre 12 e 35 anos correm o risco de perder a capacidade de ouvir nos próximos 30 anos.


Tempos exigentes 

Em tempos virtuais precisamos nos adaptar às mudanças. Assim, o Fórum ABRH-MG discute, em sua edição 2020, um tema mais que necessário: “Como não se perder na era digital”. Realizado, dia 19, no Teatro Sesiminas, o evento vai reunir mais de 500 profissionais ligados a empresas de diversos segmentos e setores. Segundo Eliane Ramos, presidente da ABRH-MG e idealizadora do Fórum, “neste ano estamos confiantes que vamos repetir o sucesso das edições anteriores, cujas inscrições se esgotaram”.


Curtas & Finas

* Hoje, no Sesc Palladium, o show comemorativo dos 50 anos do Jethro Tull, com Martin Barre e Dee Palmer, ambos da formação original da banda, junto com Adam Wakeman (Black Sabbath e Ozzy Osbourne).

* A vocação de Tereza Guimarães Paes para a filantropia veio de sua avó, Filhinha Gama, e de seu bisavô, Benjamin Guimarães.

Desde 2001, Tereza preside a Fundação Benjamim Guimarães/Hospital da Baleia.

Por sua atuação social exemplar, Tereza foi homenageada, no dia 7, na Cidade Administrativa de Minas Gerais, com a comenda Colar Mulheres da Inconfidência Mineira.

* No ano em que Minas completa os 300 anos da criação da Capitania de Minas, já teve uma comemoração desse fato histórico.

A ACMinas recebeu, ontem, o senador e vice-presidente da mesa diretora do Senado Federal, Antonio Anastasia, para abrir o calendário de eventos e comemorações.

* O Ministério da Cidadania e o Banco do Brasil convidam para abertura da exposição “Vaivém”, hoje, das 17h às 21h, com o curador às 19h.