Paulo Navarro | terça, 29 de dezembro de 2020

Rei do Café

Texto de Rodrigo Montesanto, CEO da Atlântica Coffee. “Terminamos 2020 com muitas conquistas a comemorar! Apesar de um ano atípico, com pandemia entre outras dificuldades, soubemos, com muita força e união, vencer todos os obstáculos e crescemos! Nossas empresas, comercializaram 3.488 milhões de sacas, números até então, jamais atingidos por nosso grupo. Fruto de uma equipe engajada, apaixonada pelo que faz e muito comprometida!”.

Rei do Mundo

“Com escritórios em várias origens produtoras de café; Patrocínio, Varginha, Manhuaçu, Alto Caparaó, Caparaó e Alto Jequitibá, levamos nosso café para Europa, América do Norte, a vizinha América do Sul, Ásia, África e a longínqua Oceania, conectando nossos produtos aos mais variados gostos hábitos e costumes. É, em suma, o Grupo Montesanto Tavares acreditando e investindo na cultura do café”.

MRV líder

A MRV, plataforma de soluções habitacionais, acaba de vencer a décima edição do Prêmio Líderes do Brasil 2020, do Grupo LIDE, no qual foi considerada a empresa líder no setor da construção civil do país. Utilização de modernas técnicas construtivas, investimento em pesquisas e foco em ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança) foram focos de trabalho importantes para esse reconhecimento.

Legenda: A MRV recebendo o 10º Prêmio Líderes do Brasil 2020. Foto: Divulgação MRV

MRV liderando

O Prêmio Líderes do Brasil seleciona, anualmente, empresas e grandes líderes de seus segmentos que se destacaram com soluções essenciais para a construção de um Brasil melhor. Eduardo Fischer, presidente da MRV, foi quem representou a companhia na noite de premiação, na última quinta-feira, 17/12. "Estamos muito felizes com mais esse reconhecimento. Nos mais de 40 anos de história, a MRV construiu uma importante cultura voltada para a sustentabilidade”.

Dupla vencedora, com Flávio Santos, diretor comercial da Band Minas e Simone Maia, da MRV. Foto: Edy Fernandes

Curtas & Finas

*Dia 15 de dezembro, o presidente da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), Humberto Correa, reuniu-se com o secretário de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral, e o adjunto, Marcelo Cabral.

Na pauta, o atendimento psiquiátrico e o projeto Valora Minas. Entre outras ações está o planejamento da abertura de mais de 550 leitos de saúde mental em todo o estado.

O governo reconhece que Minas tem indicadores de leitos por habitante muito aquém do que é recomendado pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde, o que torna esse projeto urgente.