Paulo Navarro | terça, 25 de janeiro de 2022

Nossa "embaixatriz" da Unesco, em Minas, eterna top model, "chérie" amiga, deslumbrante Ana Lara Resende. Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Belo clube

Nossa linda e talentosa amiga, Ana Lara Resende, filha pródiga de e em São João Del Rei, depois de rodar o mundo, está feliz com uma conquista, depois de muita luta: “Nosso clube Unesco MG está nascendo, finalmente”. Os clubes são filiados à Bfuca Unesco Brasil.

Bela federação

A Federação Nacional das Associações, Centros e Clubes Unesco no Brasil – Bfuca, foi criada em 2013, com a finalidade de expandir e orientar a implantação de Clubes e Centros Unesco nos estados e nas cinco regiões do país. Para seguir no Instagram: clubeunescomg.

Grande Nemer

A presidente da Fundação Clovis Salgado, Eliane Parreiras, confirma, em meados de abril, a vinda para a grande galeria do Palácio das Artes, da exposição itinerante do artista José Alberto Nemer. Trata-se de aquarelas em grandes formatos que fizeram sucesso em São Paulo, no Instituto Tomie Ohtake e em Porto Alegre, na Fundação Iberê.

Grande Minas

E o mesmo e orgulhoso ouro-pretano, José Alberto Nemer envia-nos um interessante texto do site “Conheça Minas”, sobre “duas cidades mineiras entre as mais descoladas do mundo”. Em 2020, o Creative Urban Institute, em Portland, e a Universidade do estado de Oregon, Estados Unidos, divulgaram na mídia internacional, o resultado do índice internacional sobre o quanto as cidades têm de “cool”.

Pequena Minas

“Cool” significa, “legal”, descolada. O objetivo é saber o quanto uma cidade é bacana e atrativa para o público jovem, chamado de “hipster”. Duas cidades brasileiras fazem parte do índice das 10 cidades mais descoladas do mundo: Tiradentes, que acaba de completar 304 anos, e Santa Rita do Sapucaí, ambas em Minas.

Pequena pérola

E do alto de seus 304 anos, Tiradentes, por ter sido “esquecida”, logo preservada, é um dos destinos mais charmosos e badalados do Brasil. Tiradentes é uma sobrevivente da burrice brasileira que, em nome de uma pretensa “mudernidade”, em vez de tombar, derrubou seus maiores tesouros arquitetônicos e históricos.

Pequena e grande

Tiradentes é uma das poucas cidades “fora do eixo” Rio/Nordeste que atrai turistas do Brasil e do mundo. É o exemplo que deveria ter sido seguido por outras cidades de Minas, tão tricentenárias quanto. E por ter guardado sua originalidade e história, este “presépio” é uma máquina de dinheiro, sediando, durante todo o ano, enorme gama de eventos e festivais. É também o destino certeiro de todos os feriados!

Grandes minúsculas

Voltando ao índice internacional, ele brinda cidades com menos de 130 mil habitantes. Na avaliação, 647 cidades de 20 países diferentes, tendo como parâmetros, o estilo de vida na era digital, usando 13 itens de pontuação, para grupos de 10 mil residentes, que são: festivais e eventos de tecnologias.

Grandes charmes

E mais: microcervejarias, provedores de internet de alta velocidade, condições de trânsito, número de “startups” de tecnologias, cafeterias, lojas familiares, alimentos disponíveis direto do produtor, densidade de arte de rua, nível de ensino superior, renda per capita, inflação no preço de moradia do ano anterior e o interesse dos jovens pelo que acontece na cidade, com menções em hashtags.

Grande Silício

“Santa Rita do Sapucaí, conhecida como "cidade criativa", no Sul de Minas, segundo o IBGE, tem 43.753 habitantes e foi destaque em startups, cafeterias, tecnologia e pelo “HackTown”, o festival de inovação e criatividade, que acontece no município, de grande prestígio internacional”. Ah! Bem lembrado! Fora os milhares de turistas, Tiradentes conta apenas com 8.072 almas.

Eduardo e Beatriz Pereira, no condomínio Terra Vista, Trancoso, Bahia. Foto: Arquivo Pessoal

Alto astral e alta temperatura para Juliano Araújo Oliveira e Carolina Pereira, no mesmo condomínio Terra Vista. em Trancoso. Foto: Arquivo Pessoal

Curtas & Finas

*Continuando a elogiar Tiradentes, ela se destaca em pontos cruciais quando o assunto é turismo.

Gastronomia e variedades de restaurantes, arquitetura histórica, galerias de arte e principalmente festivais.

Festivais como o Internacional de Gastronomia, a Mostra de Cinema, Carnaval, Vinho e Jazz, Tiradentes em Cena, “Bike Fest”, Trem Bier, dentre outros.

Agora, para matar a curiosidade, a lista completa e em ordem das 10 cidades mais pontuadas no ranking mundial.

Charleston (Estados Unidos). Mullumbimby (Austrália). Oss (Holanda). Santa Rita do Sapucaí (Brasil). Chiang Mai (Tailândia). Boulder (Estados Unidos).

Leuven (Bélgica) e Tiradentes (Brasil). Truckee (Estados Unidos). San Miguel de Allende (México).

E por falar em Tiradentes, na vizinha Bichinho, com realização de Betho Leão, a “Aloha – Festa do Havaí”, dia 19 de fevereiro, às 17h.

*Renovação é o mote atual do Instituto Mário Penna, referência como centro de tratamento de câncer em Belo Horizonte.

E iniciou o ano renovando sua marca, procurando e achando mais carinho e solidariedade.

Lançou sua tradicional agenda, agora a de 2022 que está à venda, de sexta a domingo, num estande, na portaria B do BH Shopping, próximo ao Carrefour.

O apoio à bela causa é parte das iniciativas do “hub” social da Multiplan, o Multiplique o Bem, mirando a bondade e a esperança.

Para colaborar e salvar vidas, basta comprar a agenda.

O público pode participar da campanha postando nas redes sociais e marcando os perfis @institutomariopenna e @bhshopping.