Paulo Navarro | terça, 23 de fevereiro de 2021

Os sócios Adair José Jonk e Aurélio Costa, na inauguração do Boutique Parrilla da Vila o novo "point "no Buritis. Foto: Edy Fernandes

Novos horizontes

No “novo normal”, palmas para o grande número de ciclistas, Gerais afora. Em especial no capítulo urbano. Loas também para o ex-prefeito de BH, Marcio Lacerda que " plantou" pistas e mais pistas na cidade. Sua visão foi a de um futuro mais próximo do que imaginávamos. À época não faltaram críticas ao projeto considerado inócuo. Claro que, nos morros do bairro Santo Antônio, por exemplo, nem o Super-Homem seria ciclista.

Amplos horizontes

Com esta medida visionária, Marcio Lacerda lembra-nos outro ex-prefeito, mas de Nova York, o famoso, competente, polêmico e “trumpista”, Rudolph Giuliani. O prefeito da “Tolerância Zero (Janelas Quebradas)” e seu sucessor, Michael Bloomberg, investiram fortemente na bicicleta como meio de transporte. Foram 724 km de ciclovias permanentes em 12 anos, mesmo com várias derrotas por conta do lobby automobilístico.

Vários horizontes

Justiça merecida. Seja por necessidade econômica ou por políticas verdes, no mundo inteiro, muito antes de Marcio Lacerda ou Giuliani, cidades europeias como Amsterdã na Holanda ou outras metrópoles no Extremo Oriente, a bicicleta sempre reinou soberana, rimando, muito e perfeitamente, com parques e outras áreas verdes. No Brasil, São Paulo e Rio. Em Belo Horizonte, agora, mesmo com nossa ingrata topografia.

Vigiado horizonte

Já no antigo belo horizonte de BH, a novidade é a modalidade digital de aplicação de multas da BHTrans sobre quem não registra estacionamento no “Faixa Azul”. Detalhe: não há notificação e o usuário fica sabendo da ocorrência pelos correios. Um dispositivo, utilizado pelas equipes, acusa ou não o pagamento digital. Na verdade, a ação até já existia, mas foi intensificada, mesmo com a cidade “parada”. Super bacana, né?

Num passado quase presente Rafa Alves e Fernanda Bartels. Foto: Edy Fernandes

Restrito horizonte

Falando em estacionamento, mais precisamente na badalada avenida Oscar Niemeyer, parquímetros locais não dão conta da demanda local. Com apenas dois estacionamentos privados (Estapar no edifício Atlanta e no vizinho, Valore Center, centro comercial em expansão), motoristas sofrem por uma vaga. No fim de semana, com ambos fechados, nem se fala. Só de Uber para paquerar nos bares e restaurantes. Imaginem o futuro próximo, com mais e mais torres levantadas.

Ampliado horizonte

Ainda nos horizontes de BH e Nova Lima, a pujança do mercado imobiliário. Em especial, o sucesso de vendas do empreendimento "Três Vales", ao lado do Alphaville Lagoa dos Ingleses. Com 180 hectares, o empreendimento é assinado pela CJE, empresa dos grupos Concreto, JAB e IRFA. O projeto urbanístico e arquitetônico é assinado por Gustavo Penna e o paisagístico por Luiz Carlos Orsini.

Infindável horizonte

Pautado no conceito residência, esporte e natureza e associado à qualidade de vida com sofisticação, a comercialização nos últimos dias, no Hotel Fasano, conheceu seu ápice em menos de um mês. Quem conferiu, in loco, o condomínio, reza que deixa nada a desejar à outra referência, a Fazenda Boa Vista de São Paulo, nos já citados quesitos residência, esporte e natureza.

A bela Raquel Lima com o mapa da Fonte da Juventude. Foto: Arquivo Pessoal

Curtas & Finas

*Sobre minha mesa o livro "Retarde O envelhecimento...", autografado pela amiga Raquel Lima.

Mineira, residente na Alemanha, Raquel é nutricionista e comunicadora científica do Instituto Kurs e diretora na European Nutraceutical Associations.

Com o subtítulo “Pare Ages Agora”, alerta para o acúmulo desta glicação avançada, resíduo químico de nosso metabolismo.

Resíduo que se acumula ao longo dos anos e é a causa de muitos processos relacionados ao envelhecimento.

*A bela e competente Mariana Sobreira é a nova RP do Hotel Fasano BH.

Mariana substitui Phillip Martins que, pelo reconhecimento de seu trabalho, passa a responder nacionalmente na mesma função.

*Boa nova para papais e mamães. As brinquedotecas do restaurante Coco Bambu estão reabertas!

Agora aproveita-se o melhor do Coco Bambu com a tranquilidade de diversão, conforto e segurança para os pequenos!

A Brinquedoteca da unidade BH Shopping já está reaberta. A da unidade Anchieta também, desde o dia 19.

*O novo modelo de negócio, acordado em 2019, entre o Grupo Super Nosso e o Grupo Carrefour Brasil já está brilhando.

A unidade Carrefour Bairro, rua Ceará, opera com a bandeira Super Nosso, desde o dia 5.

Ao todo serão 16 unidades que passarão de Carrefour Bairro a Super Nosso.

É o primeiro projeto do Carrefour nesse tipo de parceria, visando a customização regional e ampliação da lucratividade dos supermercados em Minas.

Além disso, em todas as unidades, o layout, a administração e o mix de produtos; além do abastecimento e comunicação, estarão por conta do Super Nosso.