Paulo Navarro | segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

A premiada arquiteta Graziella Nicolai, que acaba de ingressar no universo da moda, lançando a marca “slow fashion” Essens

Foto: Márcia Moreira


Voo alto

A alta temporada movimentará o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em dezembro, com cerca de 600 mil pessoas, aumento de 20% em relação a novembro. Já o número de voos deverá chegar a cerca de 5.200, alta também de 20% na comparação com o mês anterior. Além disso, esse volume representa uma retomada de cerca de 70% das operações que ocorriam em fevereiro deste ano.

Voo seguro

Em dezembro, o aeroporto chegará a 36 mercados. Seis cidades serão adicionadas: Cabo Frio (RJ), Foz do Iguaçu (PR), João Pessoa (PB), Búzios (RJ) e Guarapari (ES), destinos muito procurados pelos mineiros no verão. Para completar, ontem, o retorno do voo internacional da Copa para o Panamá, com operações três vezes por semana. Esses novos destinos se somam a outros 30 que já estavam em operação.

Voo múltiplo

Outra novidade para dezembro são os voos extras da Gol para Fortaleza e Porto Seguro, a partir do dia 18 até o fim de janeiro, com sete voos semanais para cada destino. Antes da pandemia, 30 mil pessoas circulavam diariamente pelo aeroporto e em torno de 300 voos eram operados por dia entre pousos e decolagens. Eram oferecidos voos para 45 destinos, sendo cinco internacionais (Orlando, Fort Lauderdale, Buenos Aires, Cidade do Panamá e Lisboa).

 

A Família Bel Lar, Tacio Greco, Rodrigo Garcia, Carol Garcia e Túlio Greco

Foto Barbara Dutra

Belo lar 

2020 foi positivo para a Bel Lar. O crescimento consolidado no faturamento em 2019 foi de 25% e é um dos parâmetros que indicam o acerto da nova gestão da empresa. Para este ano a previsão é que a expansão seja ainda mais relevante, na casa dos 30%. Um dos fatores que fomentam esse resultado é o posicionamento da marca. A Bel Lar é referência no mercado. O pilar foi o planejamento desenvolvido por Júlio Alves, designer estratégico.

Belo plano

Quando o Grupo IGL assumiu o controle da Bel Lar, em 2018, uma das decisões mais acertadas foi implementar essa proposta de reposicionamento. Tornou-se verdadeira curadoria de produtos, diretriz fundamental para o avanço da marca. E ganhou até um sobrenome: Casa Contemporânea. A loja é uma experiência, expondo os produtos dentro do contexto de um cenário arquitetônico ou uma obra de arte. Isso potencializa a versatilidade dos produtos.


A guerreira, solidária e protetora, Tereza Guimarães Paes, diretora-presidente da Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia

Foto: Comunicação/Hospital da Baleia

De novo

Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia recebe o prêmio “Melhores ONGs 2020”. Prêmio às 100 organizações brasileiras do terceiro setor. Boas práticas em quesitos como governança, transparência, comunicação e financiamento integram a premiação. Uma novidade é o lançamento de uma plataforma para ajudar as ONGs vencedoras a captar doações.

De sempre

Além do título de ‘Melhores ONGs 2020”, o Hospital da Baleia também ganhou de presente uma plataforma de doação, onde qualquer pessoa pode entrar e doar diretamente para a instituição. A equipe do Melhores ONGs desenvolveu o canal para o Dia de Doar, uma campanha mundial no dia 1º de dezembro que estimula as contribuições financeiras para as organizações.


Agradáveis ecos de um fim de semana em Barbacena, com este colunista e o lendário “nativo” Marco Antônio Kalil Abrahão, com uma das pérolas de sua garagem

Foto: Arquivo pessoal


Curtas & Finas

* Hoje, às 10h, o MM Gerdau – Museu de das Minas e do Metal, convida para rápido e pequeno encontro com a imprensa (limitado a oito pessoas). Na ocasião, coletiva de imprensa, lançamento e apresentação do conceito da exposição internacional “COMciência – Cristais do Tempo”, além da instalação itinerante IN.Fusion. Abertura pública, amanhã.

* O presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, convida para a divulgação do Balanço Anual 2020 e Perspectivas 2021. O evento, no dia 15, será seguido de almoço, com jornalistas. Coletiva de imprensa às 11h30 e almoço, às 12h30.

* A solidariedade será o ingrediente principal do Natal Shopping Cidade, com espaço para cartinhas de crianças em situação de vulnerabilidade. Cada envelope contém o desejo de Natal de uma criança. Os interessados podem retirar quantas quiserem e deixar o presente no SAC do shopping, até dia 16. O Shopping Cidade fará as entregas. Serão presenteadas crianças do Abrigo Cirandinha, Hospital da Baleia, Instituto Adotar e Casa Madre Tereza de Calcutá.

O Shopping Cidade tem também um telefone com linha-direta com o Papai Noel. Para falar com ele, as crianças, acompanhadas dos pais, só precisam retirar um voucher. A atração é gratuita.

* As obras de André Burian, fotógrafo e pintor mineiro de Belo Horizonte, estão reunidas na mostra “Pinturas recentes”, na Galeria de Arte do Minas 2. A exposição é via vídeo, no canal oficial do Minas Tênis Clube no YouTube (youtube.com/minastcoficial). “Mostro cores e o meu não conhecimento das coisas, apresento o meu deslumbramento com a vida”, diz o artista.

* A Galeria do Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC) abriga, até 24 de janeiro, a exposição “Amilcar de Castro – Matéria e luz”. A mostra tem o patrocínio máster do Instituto Unimed-BH e reúne cerca de 50 obras do artista mineiro comemorando seus 100 anos de nascimento. Por causa da pandemia, a capacidade de ocupação da Galeria do CCMTC foi reduzida a 30 pessoas simultaneamente.

* Os calouros dos cursos de graduação da UFMG foram recebidos com uma programação virtual, que incluiu show da cantora e compositora Bárbara Barcellos. A apresentação do Circuito Cultural UFMG foi lançada, dia 2, pelo youtube.com/culturaufmg, e ficará disponível no canal, para quem perdeu a estreia. Bárbara Barcellos é aluna do curso de Ciências Biológicas da UFMG e trabalha profissionalmente com música desde os 14 anos.