Paulo Navarro | segunda-feira, 20 de abril de 2020

O supercasal Clô Wanderley e Henrique Salvador, curtindo a noite da capital mineira

Foto: Edy Fernandes

No mesmo evento, os amigos Flávio Carneiro e Alberto Alkimim

Foto: Edy Fernandes

Inferno do paraíso 

De seu exílio voluntário e confinamento obrigatório, em Londres, escreve-nos o amigo e artista plástico Olivier Mourão: “Caro Paulo, há 20 dias, já todo ‘armado’, tomei o último avião da Bristish Aiways. Três pessoas na primeira classe, 12 na executiva. Como moro em Chelsea, para muitos, parece que não tem crise. Pais e filhos flanando no parque que fica ao lado de casa! O centro, deserto”.

Padecendo no paraíso

“Só saí duas vezes para ir à farmácia. E, agora, as pessoas trancadas em casa! Na maioria das vezes, meus amigos me trazem comida. Tocam a campainha e saem correndo. Depois de um minuto, abro a porta de luvas e máscara. Tenho sapatos lá fora, para quando preciso ir à farmácia”.

Lutando no paraíso

“Saio ‘armado’ até os dentes. Luvas, máscara e óculos de soldador. Com uma touca de médico e chapéu. Me sinto patético. Mas não quero entrar na roleta-russa! Inclusive, fiz petição na internet em prol de uma lei para que todos saiam assim, ‘armados’, pois o inimigo é invisível”.

Esperando o paraíso 

“Assim, todos os trabalhadores e compradores poderão sobreviver e recuperar a economia, até que a vacina chegue, no princípio de setembro; como publicou o ‘Times’, por cientistas ingleses. Dessa forma, a economia estará protegida, como nós. Penso que o nosso presidente, Jair Bolsonaro, deveria agir assim, para ser menos criticado. Aqui também, infelizmente, existe muito batuque dos adversários! Tudo uma pena. Forte abraço”. Nosso amigo está fazendo muito bem, não esperou o destino de Boris Johnson.

Curtas & Finas

* Algumas dicas de Ronaldo Magalhães de Souza Lima, especialista em Harmonização Orofacial, Implantodontia, Periodontia, Ozonioterapia e Laserterapia...

“Escovação giratória, fio dental e limpar a língua. Protetores na cabeça das escovas de dentes e vaso sanitário tampado”.

“Suplemento de Vitamina C ou suco de limão ao acordar; bastante água; exercícios pelo menos 30 minutos ou caminhada”.

“Respiração forçada na inspiração e expiração a cada hora; evitar açúcar, glúten, carboidrato e leite, que predispõem inflamações”.

“Verduras cruas e frutas; Vitamina D com K2; dormir oito horas, com o quarto bem escuro e o celular afastado, evitando a radiação”.

“Seja positivo, grato e amoroso”.

“Fazer um check-up oral. A boca é entrada de vários micro-organismos que atingem os dentes, gengivas, língua, respiração e outros tecidos”.

“Existem inúmeras ferramentas odontológicas para aumentar a imunidade”.

“O ser humano é único e merece ser tratado como um todo, integralmente”.