Paulo Navarro | sábado, 13 de outubro de 2018

Foto: Barbara Dutra


Unanimidade inteligente

Nossa entrevistada de hoje é certamente uma das profissionais mais queridas e respeitadas do segmento de arquitetura e decoração. A designer e relações públicas Júnia Nocchi é o nome por trás do sucesso de diversas marcas como Casacor Minas, Franccino, Bel Lar e Prima Linea, entre outras. Todas as ações envolvidas, embaladas e decoradas mirando a satisfação de profissionais e clientes.


Júnia, como você foi “inaugurada” nesta área?

Formei-me em Decoração de Interiores na Fuma (Fundação Mineira de Arte), em 1982. Na época, trabalhava na KnowHow, (móveis com design sueco, pronta entrega). Essa oportunidade foi uma ponte para conhecer muitos profissionais da área da arquitetura, o que me levou, posteriormente, a trabalhar em outras marcas e lojas do segmento como a TerraTile.

Mas, digamos, com tanta estrada, cabe mais, certo?

Sim. Em 1985, fui convidada por João Grillo e Ernesto Lolato para integrar a equipe da Casacor Minas, onde continuo. Com os anos de experiência e muito relacionamento, passei a atuar como relações públicas de várias marcas.

Como avalia a arquitetura e decoração em Minas?

Apesar da crise, acredito que há uma luz. Neste último semestre, cuidei da inauguração de cinco lojas em diferentes áreas, uma resposta ao cenário atual, uma tentativa de injetar fôlego.

E quanto aos arquitetos?

Mais atentos à atualidade, conscientes quanto à sustentabilidade, com trabalhos mais contidos, simples, mas igualmente sofisticados, abdicando dos exageros do passado.

Em seus 20 anos de Casacor, o que mudou?

Acredito que uma das principais mudanças no mercado foi a aproximação do setor de arquitetura e decoração. Há alguns anos, acredito que existia uma espécie de barreira entre eles, mas que, com o passar dos anos e graças à atuação de diversos profissionais que, assim como eu, entendiam a importância da complementação destes dois segmentos, acabamos em um período de sinergia do mercado.

E este segmento tem outras mudanças para melhor...

Outra muito positiva e extremamente contemporânea é o compromisso com a sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente. Antigamente, muitos dos materiais eram desperdiçados e geravam-se quantidades grandes de lixo, mas hoje em dia os profissionais têm uma consciência muito maior.

Um exemplo, por favor.

Todo o resíduo da Casacor é reaproveitado em projetos como o Arquitetura na Periferia, voltado para capacitar mulheres em comunidades. Além disso, o mercado tem respondido muito nos últimos cinco anos, demandando cada vez mais criatividade e trabalhos autorais.

O que ainda te motiva?

O processo criativo de pensar ações para que lojistas e marcas conheçam e valorizem nossos arquitetos, designers. Pensar em medidas para uma loja ou fábrica mais atraente para profissionais e clientes. Isso me permite conhecer pessoas, profissionais deste mercado que faz parte da minha vida há tantos anos.