Paulo Navarro | quinta-feira, 4 de julho de 2019

A mineira Raquel Lima, cientista e nutricionista para celebridades, conversando com o músico e diretor Woody Allen sobre vitalidade e nutrição individualizada, no final do concerto de sua banda de Nova Orleans, que aconteceu no Teatro Carré Royal em Amsterdam

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Férias no purgatório 

Férias são uma brincadeira séria. O descanso pode virar pesadelo. O esperado e merecido descanso pode ser exatamente o contrário. Correndo o risco do politicamente incorreto, precisamos encarar a dura verdade. O perrengue chique vira o mico que a classe média paga. Turista sofre. E a grande diferença: viajar ou fazer turismo? Quem viaja quer viver, conviver, aprender e trocar. O turista não.

Férias no inferno 

O turista quer fotos e compras, se tiver dinheiro. Para fugir do inverno, vai para Paris, num calor panamenho, anda o dia inteiro, carregando sacolas, Coca-Cola quente e volta esgotado pro hotel. É fila para a Torre Eiffel, Louvre e bateau-mouche. A diversão vira castigo.

Férias torturantes 

As pessoas não viajam, não saem da zona de conforto. E sem conforto. No exterior e no Brasil, como réveillon, carnaval no Rio. Cruzeiros e viagens que matariam “Caco Antibes” de raiva e vergonha. As férias estão aí, a um passo do paraíso. Por falar em passo, não deem um maior que as pernas. Onde você estiver, curta de verdade, nem que seja em casa.

Cidades mais turísticas

Os presidentes da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e da Associação Mineira de Municípios (AMM), prefeito de Moema, Julvan Lacerda, recebem, entre os dias 11 e 13, em Capitólio, ministros, deputados, senadores e especialistas de instituições ligadas ao Turismo para debater os rumos das atividades turísticas. Palestras e atividades estão previstas na programação do 1º Seminário Nacional de Governança para o Turismo. Inscrições pelo site governancaparaoturismo.cnm.org.br.

Vila rica 

Os moradores do Vila da Serra ganharam mais lazer, em série de obras de revitalização, que incluiu a implementação de uma pista de cooper na Alameda do Morro. Para comemorar a conclusão das benfeitorias, a Patrimar e a Somattos promovem, no dia 7 de julho, evento especial.

Curtas & Finas

* Ainda sobre o Vila da Serra: o evento foi batizado como “Amor ao Vila da Serra” e será aberto ao público a partir das 9h.

As obras, realizadas em parceria com a Associação de Moradores – Univiva, incluíram outras opções de lazer, conforto e segurança.

Iluminação de LED, pavimentação, abertura de rua, construção de uma praça, instalação de lixeiras próprias para coleta de dejetos de animais de estimação e, em parceria com a Terrazzas, uma guarita.

* Crescem os investimentos em startups, e o crowdfunding é uma forma mais popular para se investir.

Mais investidores no negócio e a possibilidade de a pessoa tornar-se sócia de uma startup, com um valor mais acessível.

Assim, a startup mineira SporTI abre sua primeira rodada de investimento em crowdfunding. Objetivo: R$ 500 mil por 9,09% da empresa. Captação totalmente online.

* A galeria Gilda Queiroz convida para a exposição de vários artistas convidados, dia 6, das 11h às 15h, no São Pedro.

* A Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia celebra hoje seus 75 anos com evento para convidados, às 19h, na Academia Mineira de Letras.