Paulo Navarro | quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Quatro campeões: Cássio Mota, Maria Carolina Vieira, Lu Pereira e Saulo Penaforte

Foto: Edy Fernandes


Sol de setembro

No já perdido 1979, ecos vívidos e imortais de dois mestres da MPB. Beto Guedes (música) e Ronaldo Bastos (letra) compuseram mais um clássico de Minas e de dias melhores que virão, com “Sol de Primavera”. Então, eis a trilha sonora da coluna de hoje: “Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos, quero ver brotar o perdão onde a gente plantou. Juntos outra vez.”.

Sol de sempre

“Já sonhamos juntos, semeando as canções no vento. Quero ver crescer nossa voz no que falta sonhar. Já choramos muito, muitos se perderam no caminho. Mesmo assim não custa inventar uma nova canção, que venha nos trazer sol de primavera abre as janelas do meu peito. A lição sabemos de cor, só nos resta aprender (...) Não custa inventar uma nova canção que venha trazer sol de primavera”.


Juntos e preparados, Cláudio Ribeiro e Lu Matosinhos

Foto: Edy Fernandes


Pacto patriótico

A Associação Comercial e Empresarial de Minas – ACMinas espalha o verde-amarelo pela cidade. Quem passar pela avenida Afonso Pena, em frente à sede, pode admirar grande faixa verde e amarela. É a homenagem da ACMinas à Pátria, resultado do movimento que a entidade promove chamando associados, diretoria, parceiros, todos os mineiros e brasileiros. Um movimento de reflexão para o 7 de Setembro.

Pacto orgulhoso

A ACMinas quer festa e uma ponderação madura e serena, sobre os graves momentos que o Brasil atravessa. “Que na semana do 7 de setembro, mostremos, assim como ela, as nossas cores e o nosso civismo: nas janelas de nossas casas, nas vitrines, nas ruas. Vamos mostrar o nosso patriotismo, nosso amor ao Brasil, a um Brasil de prosperidade e êxito”.

 

Leonardo Fernandes e Denise Lyz, à frente da Casa Lyz – requinte, sofisticação, variedade e excelência no atendimento ao cliente são os pilares da loja de móveis e decoração, recém-chegada ao mercado mineiro

Foto: Alan Alves Ramos


Inovação na tradição

A 100 Open Startups, plataforma digital internacional, que conecta “startups” a grandes empresas, anunciou as 100 empresas líderes em “open innovation” no Brasil. O Grupo Pardini, um dos maiores do país no setor de Medicina Diagnóstica e Personalizada está no ranking TOP 100, que avalia o engajamento de grandes empresas no ecossistema de inovação brasileiro.

Inovação na saúde

Em um ano, a companhia avaliou mais de 300 “startups”, selecionando as que têm mais aderência ao Grupo Pardini. Foram dez contratos para projetos, desde logística e “compliance” até áreas estratégicas como a Medicina Personalizada, com destaque para a Oncologia; Telemedicina e Farmacogenética. Fala o vice-presidente, Alessandro Ferreira: “Assim democratizamos o acesso aos exames mais complexos, promovendo o bem-estar e a saúde dos brasileiros”.


Bodas de prata

Vinte e cinco anos do Prêmio Top of Mind – MercadoComum. A premiação reconhece as Marcas de Sucesso de Minas, escolhidas por critérios eminentemente técnicos e através de pesquisa de opinião. MercadoComum realizaria, no dia 21 de maio, a solenidade, mas no meio do caminho tinha e ainda tem uma pandemia. A tradição acontecerá sem a solenidade de física e sem a circulação da edição impressa.

Prata de ouro

Optou-se por uma edição especial eletrônica e sua inclusão, passando a ser integral no site oficial da publicação. Mesmo assim, cada marca vencedora poderá comemorar com um troféu e um diploma, ambos em aço inox e um certificado impresso. A diretoria de MercadoComum fará a entrega, pessoalmente, na sede das empresas vencedoras.

Curtas & Finas

Ainda sobre o Prêmio Top of Mind – MercadoComum, nestes 25 anos, apenas quatro marcas conquistaram todas as premiações anuais: Fiat, Itambé, Unimed-BH, Plano de Saúde Unimed-Federação.

Neste ano as marcas mais lembradas pelos mineiros, em Belo Horizonte, foram, em primeiro lugar: Araújo, Leitura e Três Corações.

Em segundo lugar: Unimed e Uber. Em terceiro: Hermes Pardini, Itambé e Localiza. No Interior, em primeiro lugar, Unimed; em segundo, Uber.

* A MRV, ao entender que o mundo digital é “O” caminho, decidiu ir além do seu trabalho de construir e vender apartamentos de qualidade. A empresa resolveu apostar no “mindset” digital para facilitar a interação com seus clientes, o que resultou em alta performance para os negócios.

Assim, a MRV passou de maior construtora da América Latina para a Construtech que mais gera valor no mercado. Em seu manifesto digital, a empresa conta que quanto melhor a experiência do cliente, melhores os resultados do negócio. A transformação da experiência de compras 100% digital gerou recorde histórico de vendas.

“Hoje, a companhia permite que os clientes realizem toda a jornada de compra de um apartamento remotamente, em poucas horas”, diz Junia Galvão, diretora executiva de administração da MRV.

Para conferir o manifesto digital: https://www.youtube.com/watch?v=SidPsAk_7M0&feature=youtu.be ou

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6702672558271037440