Paulo Navarro | quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Fazendo e acontecendo em prol da indústria mineira, Flavio Roscoe, presidente da Fiemg, foi figura central do Conexão Empresarial, promovida por PCO

Foto: Edy Fernandes

Liliane Carneiro Costa, comemorando mais uma primavera, emoldurada pelo diretor do  “Jornal da Cidade”, Humberto Alves Pereira, e pelo pai, Carlos Carneiro Costa

Foto: Edy Fernandes

Metamorfose fixa 

Memorável, dia 16, o almoço-palestra do Conexão Empresarial, da VB Comunicação, no Espaço V, em Nova Lima. Como convidado de honra e palestrante, o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, que deu um exemplo da transformação que lidera na própria Fiemg. Transformação com transformação, no melhor estilo do que disse D. João VI ao filho D. Pedro I sobre a Independência.

Metamorfose real 

Disse D. João VI: “Pedro, se o Brasil vier a se separar de Portugal, põe a coroa na tua cabeça, antes que algum aventureiro lance mão dela”. Roscoe avisou: “Se os agentes dessa transformação não tiverem coragem para fazê-la, outros a farão”. E ele ainda falou mais e melhor.

Metamorfose imperial 

“O Brasil vive um momento de transição e de mudanças, por isso a necessidade de se comprometer com os temas considerados relevantes e promover as reformas necessárias”. Para o presidente da Fiemg, “a previdência pública é a raiz de todos os problemas que o país está enfrenta”.

Metamorfose fundamental 

“O momento de mudanças é já! Caso contrário, as corporações beneficiadas com o atual sistema divulgarão informações enganosas para manter seus privilégios. Não podemos ser sócios dessa mentira”. E sabe o que fala. Ao assumir a Fiemg, em maio, com orçamento de R$ 1 bilhão anual e de 5.000 funcionários, cortou na carne, tirou teias e poeira. O déficit de R$ 150 milhões de 2017, deve passar a um superávit de R$ 80 milhões este ano. Um incentivo à tão premente reforma tributária em Minas.

Curtas & Finas

* Um encontro de grandes designers mineiros, criações exclusivas, público e as melhores cervejas artesanais.

É o que pretende a Beer Fashion Week, no Mercado Cervejeiro (MC) dias 19, 20 e 21.

O evento é aberto ao público, com exceção da Roda de Conversa, que possui vagas limitadas com inscrições via Sympla.

* O Memorial Minas Gerais Vale, no Circuito Liberdade, lança, dia 20, a exposição audiovisual “Vozes da Cidade”.

A mostra ocupa o espaço Cyber do museu e busca identificar e registrar os sons produzidos por habitantes de Belo Horizonte que têm na voz, associada ou não a aparatos sonoros, seu instrumento de trabalho.

Em tempos de comércio eletrônico, “Vozes da Cidade” homenageia pessoas que continuam fazendo uso da comunicação oral como instrumento de trabalho.

A exposição é uma realização da produtora Emvideo. Até 6 de dezembro.

* Sempre pensando em saúde, a Bodytech Savassi oferece, dia 20, Aulão Baby Especial, para introduzir os bebês nos primeiros passos ao mundo aquático.