Paulo Navarro | quinta, 5 de maio de 2022

Marcha no sangue

Assim, o primo e advogado, Bernardo Ananias Junqueira Ferraz, apresenta seu Haras Alter. “Desde novo, nas varandas das fazendas dos meus avós, tios e primos, ouço a história e as estórias do cavalo Mangalarga. Em 1986, meu pai, Pedro Augusto Junqueira Ferraz, adquiriu do famoso político José Bonifácio Andrada, a Fazenda Passa Três, em Antônio Carlos”.

Marcha na cabeça

“A fazenda de 1788, que também pertenceu ao inconfidente José Ayres Gomes, foi o local onde começamos, eu e meu pai, o sonho de criar cavalos Mangalarga Marchador. Em 1986, meu pai filiou-se à ABCCMM, utilizando o prefixo Cabangu. E adquiriu do meu querido avô materno, José Ananias de Souza, o animal Álamo de Ananias, um neto de Herdade Jupiá”. O resto é história, lenda real, exemplo de sucesso.

Marcha na alma

Sucesso porque, na esteira, em 2011, com sua amada Camila, Bernardo também filiou-se à ABCCMM e fundou o Haras Alter. Agora, Bernardo e o pai, Pedro Junqueira, prefeito de Leopoldina, convidam para o Leilão Haras Alter, dia 7, a partir de meio-dia, no Parque de Exposições de Carandaí. Ah! Incluindo leilão de coberturas, em doação para a construção da sede do Clube do Cavalo.

Em clima de “todo artista deve ir aonde o povo está”, Petrônio Souza e Toninho Horta iniciam o "3º Sarau de Música e Poesia - Nos Caminhos da Estrada Real". Foto: Marcos Evangelista

Sarau Real

Toninho Horta & Petrônio Souza iniciam o 3º Sarau de Música e Poesia - Nos Caminhos da Estrada Real. Toninho lança o CD duplo, vencedor do Grammy Latino, “Belo Horizonte” e Petrônio, o livro de poemas “Dias Nublados”, dia 13, em Diamantina. É o resgate da tradição dos grandes saraus nas cidades históricas.

Arte Real

O sarau passará ainda por Conceição do Mato Dentro, Itabira, Sabará, Caeté, Ouro Preto e Mariana. Ouro Branco, Congonhas, Nova Era, Santa Bárbara e Catas Altas. O projeto, que começou em 2015, já passou por 29 cidades brasileiras e três capitais. Promoção da ARTS Realizações, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio do Instituto Cultural Vale.

Identifique-se

Dia 7, às 11h, a Galeria Murilo Castro, no Santa Lúcia, abre a exposição do artista Camille Kachani, “Identidade e Não Identidade”, que está fantástica. Escreve Sabrina Moura: “Identidade como Recusa. Identidade é uma palavra ambígua que pode remeter tanto à ideia de pertencimento quanto à radicalização das suas expressões. Ao longo do século 20, muitos foram os autores que debateram seus sentidos”.

Entenda-se

“A obra de Camille Kachani parece emergir de situações da natureza. Nascido no Líbano de pais sírios refugiados que migraram para o Brasil na década de 1970, Kachani tem sua vida atravessada pelos três grandes monoteísmos do mundo contemporâneo: islâmico, judaico e cristão. A proximidade do artista a crenças gestadas a partir de uma mesma matriz”. Para entender mesmo e melhor, aconselhamos a exposição ao vivo.

Imortal Ibrahim

Amanhã, às 20h, no Auditório Vivaldi Moreira, cerimônia de posse do acadêmico Ibrahim Abi-Ackel, na Cadeira 17, da Academia Mineira de Letras. Quem convida é nosso amigo de fé e de outros carnavais e lutas, filho de Ibrahim, deputado federal Paulo Abi-Ackel. Certamente será uma noite de cultura, política e bom humor cercado de “causos”.

Os CEOs do WO Center, Ariel e Isaías Rodrigues, ladeados pela assessora de comunicação, Angélica Appelt e Vitoriano Dornas. Foto: Edy Fernandes

Os chefs, Luca Gozzani, Marcelo Pace, Léo Paixão e Claude Trosgros, no jantar oferecido pelo restaurante Gero, para o festival Fartura. Foto: Arquivo pessoal 

Curtas & Finas

*Saiu, pela Errol Flynn Galeria de Arte, o livro “Lorenzato Vida e Obra”, com texto de Rodrigo Moura.

320 páginas, com mais de 240 imagens. Para colecionadores “avertis”.

*Atenção para a imperdível programação de maio da Casa Fiat de Cultura.

Dia 16, às 19h, em videoconferência, provando que a arte é para todas e todos, bate-papo online – “Experiência ampliada em exposições de arte: um espaço para todo mundo”.

Dia 17, das 19h às 20h30, um tema para lá de atual. Palestra online – “A guerra pelo olhar de Picasso: uma análise da Guernica”. A transmissão é ao vivo.

“A expressão artística moderna europeia foi profundamente influenciada pelas guerras que assolaram o mundo durante o século 20”. E pelo jeito continuam, não é Sr. Putin?

Dia 29, das 11h às 12h30, com transmissão ao vivo, “Encontros com o Patrimônio Online - Cultura e turismo na Lagoinha: a força da economia criativa”.

No mês em que se comemora o Dia Nacional do Turismo, o Encontros com o Patrimônio vai abordar o diálogo existente entre patrimônio cultural e turismo.

E apontar alguns discursos e práticas, além das relações entre as atividades turísticas, o desenvolvimento socioeconômico e a preservação patrimonial.

Dia 31, pelo Youtube, “Ateliê Modernos do Brasil -Experiências com Lygia Clark: Bichos Relacionais”.

O Ateliê Aberto Virtual é mais uma atividade prática com foco na Arte Moderna do Brasil.

O destaque do mês é a artista Lygia Clark, que desenvolveu seu trabalho a partir das reverberações da primeira fase do Modernismo.

*Amanhã, programação especial na Cervejaria Artéza Contagem. A casa vai promover uma roda de samba com a Banda Fita Amarela.