Paulo Navarro | quinta, 21 outubro de 2021

Música invisível

O Dia da Música Popular Brasileira é festejado todo dia 17 de outubro em homenagem ao nascimento da compositora e maestrina Chiquinha Gonzaga, em 1847. Para comemorar, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - Ecad levantou as músicas brasileiras mais gravadas e descobriu uma mudança na liderança desse ranking. "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso, voltou ao topo, com 414 gravações.

Música muda

Palmas, mas também choro porque este mérito não quer dizer nada. Não adianta ter 414 gravações e zero divulgação. Não se ouve “Aquarela do Brasil” onde ela deveria brilhar, ou seja, na TV, Redes Sociais e principalmente nas rádios. Para que servem 414 gravações se ninguém escuta? No lugar de Ary Barroso e outros gênios da MPB, as rádios e etc. só divulgam a pior música feita no Brasil, isso se ela pode ser classificada como música.

Música surda 

Outros bons exemplos. "Garota de Ipanema", de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, está na segunda posição com 413 gravações e à frente de "Carinhoso", de Pixinguinha e Braguinha, a primeira colocada em abril e, no momento, é a terceira, com 411 gravações. Entre as cinco primeiras estão ainda “Asa Branca”, de Humberto Teixeira e Gonzagão (357 gravações), e “Manhã de Carnaval”, de Luiz Bonfá e Antônio Maria (292 gravações).

Música triste

Tom Jobim se destaca por fazer parte da autoria de sete entre as 15 primeiras músicas do ranking. Isso é ótimo e ao mesmo tempo muito triste. Significa que a melhor MPB, que já foi a melhor música do mundo, só existe para “inglês ver e ouvir”. O público destas músicas maravilhosas tem de 50 anos para cima. A “música” de hoje só prova a decadência geral da arte e da cultura brasileiras, em todas as áreas e plataformas. Há séculos não ouvimos “Aquarela do Brasil” na TV e no rádio, só em CD ou vinil. Triste trópicos!

Volta da Fartura

Para celebrar a gastronomia brasileira e o início da retomada do setor, o Projeto Fartura – Gastronomia do Brasil realiza, pelo segundo ano consecutivo, o Festival Fartura Gastronomia Do Brasil. Até dia 24, programação híbrida reúne jantares presenciais com 120 chefs de todos os estados brasileiros cozinhando simultaneamente.

Volta da Vida

Cozinhando em restaurantes de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Belém, Brasília e Fortaleza. Além de mais de 100 atrações virtuais com aulas, dicas, receitas, shows e artes cênicas. Em Belo Horizonte, os jantares presenciais acontecem de hoje até dia 23, em cinco restaurantes: Nuuu, Casa da Agnes, O Jardim, Olga Nur e Cozinha de Santo Antônio.

Suíte preciosa

Vitrine de talentos e tendências da construção civil que geram demanda e desejos de consumo, a CasaCor também é um ambiente para encontros e experiências. Em sua 26ª edição, o arquiteto mineiro João Daniel encontra a Aricanga Mine, oferecendo ao público a vivência de contemplar a Suíte das Pedras, um espaço para apreciação de belíssimas turmalinas.

Suíte maravilhosa

A Suíte das Pedras foca em pedras de coleção, ornamentação e representa as riquezas minerais brasileiras. O projeto é uma síntese do bom gosto e sofisticação, aliado à tradição mineira pela valorização de pedras para diferentes contextos. Em exibição, uma turmalina com cristais terminados, uma drusa de ametista e um cristal com turmalina cravada de 400 quilos.

Bom reforço

Vale a pena relembrar e reforçar. A Fundação São Francisco Xavier, entidade beneficente, há mais de 52 anos nas áreas da saúde e educação, anuncia sua chegada a BH com o Hospital Libertas e sua operadora de planos de saúde, a Usisaúde.   Empreendimento de R$280 milhões e geração de dois mil empregos diretos e indiretos. Inauguração prevista para março de 2022.  

Bom reforçar

O Libertas ocupará a antiga sede da Usiminas, instituidora da Fundação São Francisco Xavier, Pampulha. A marca foi desenvolvida tendo como inspiração as linhas retas do projeto arquitetônico e as formas orgânicas do jardim. O brilho e a forma sinuosa da composição final da marca sugerem a flexibilidade e as formas das bobinas de aço da Usiminas.

Gentileza Pardini

Sabem o que é gentileza urbana que gera gentilezas gerais? Conhecem aqueles “anjos da guarda” que pouca gente ou ninguém vê? Aquelas pessoas que colaboram com o próximo, com a sociedade e a cidade, muitas vezes, anonimamente? Pois é, como já tínhamos avisado, voltamos para atualizar o assunto muito importante. Para dar visibilidade a essas iniciativas, reconhecer quem teve a ideia, e, ainda, estimular outras boas atitudes, chegou o “Prêmio Meu Vizinho Pardini de Gentileza Comunitária”.

Curtas & Finas

*E mais sobre o “Prêmio Meu Vizinho Pardini de Gentileza Comunitária”. As inscrições foram adiadas até amanhã, 22.

Qualquer um que pratique o bem, a gentileza, o altruísmo e tenha impactado a vida das pessoas por perto pode participar.

Não é necessário que o dono da iniciativa se inscreva. Ele pode ser indicado por uma pessoa que conheceu sua atitude e gostaria de dar visibilidade a ela.

Serão duas categorias: pessoa física ou grupo de pessoas e organizações formalmente constituídas.

Os principais critérios são isenção de ligação político ou partidária; natureza da iniciativa e abrangência na região metropolitana de Belo Horizonte.

Mais: volume e perfil dos beneficiados; ineditismo e inovação; estar em andamento ou ter acontecido nos últimos doze meses com impactos positivos até o momento.

Os 10 projetos (cinco de cada categoria) melhores pontuados irão à votação popular.

As três iniciativas mais votadas, em cada categoria, serão premiadas em dinheiro.

A essência das pequenas atitudes que geram grandes impactos existe no Hermes Pardini desde 2015, com o projeto de relacionamento com a vizinhança, “Meu Vizinho Pardini”.

O propósito era conectar as regiões onde estão as lojas de atendimento ao cliente, reconhecendo seus vizinhos e criando uma rede local de bom relacionamento.

*O Restaurant Week e a Ideias que Conectam convidam-nos para o jantar de abertura da 20ª edição do festival gastronômico BH Restaurant Week. Hoje, das 20h às 23h.

O festival gastronômico acontece até 21 de novembro e é semestral.

*O projeto virtual Visite Belo Horizonte - edição Eventos realizará sua sexta edição nos dias 27 a 30, ampliando a oferta de eventos e negócios na capital.

E promovendo o networking do setor, demonstrando todo o potencial belo-horizontino com o diferencial e a hospitalidade mineira.

O projeto envolve várias instituições e parceiros locais, fomentando a economia e a gastronomia criativa da cidade.

Belo Horizonte, com o reconhecimento pela UNESCO como Cidade Criativa da Gastronomia, se destaca.

E ainda mais por seu empreendedorismo, movimento, cozinha excepcional, herança cultural privilegiada, o famoso “jeito mineiro de ser”.

Tudo no Visite, que acontecerá, com o mesmo objetivo em que foi criado de promover o turismo na capital mineira.

O Visite Belo Horizonte é realizado pelo Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau, com gestão da Espaço Ampliar.

O evento é patrocinado pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Belotur.

Todas as transmissões das lives serão no Facebook: https://www.facebook.com/BeloHorizonteCVB

A programação completa está no site http://www.eventovisitebelohorizonte.com.br/

*A Co.Cria Day é uma feira de moda, arte, empreendedorismo, música e gastronomia do Co.Crie.

Com o objetivo de movimentar o mercado de BH, foi criado a Co.Cria Day, agora em sua 3ª edição.

A Co.Cria Day acontece dia 23, das 11h às 20h e dia 24, das 11h às 17h, no Co.Crie, Lourdes.

Fala a idealizadora do Co.Crie, Luana Gonçalves: “A Co.Cria Day é uma experiência única, venha cocriar nesse espaço encantador conosco!” 

Quem faz e acontece passa por aqui

Antônio José, Cristina Kalab, Thiago Kalab, Sérgio Leite e Cristiano Parreiras, no almoço de abertura da 12ª Edição do Fórum Liberdade e Democracia promovido pelo Instituto de Formação de Líderes - IFL. Foto: Arquivo Pessoal

No mesmo almoço, no MTC, o governador, Romeu Zema, com Antônio José, Cristina Kalab e o anfitrião Thiago Kalab, diretor presidente do IFL. Foto: Arquivo Pessoal

Ana Gabriela Cardoso, entre o titular da coluna e Sergio Leite, presidente da Usiminas e palestrante do almoço. Foto: Arquivo Pessoal

Adriana Linhares, diretora de Negócios PSC do Grupo Pardini recebendo, pelo grupo, dia 19, a medalha Coronel Manoel Soares Do Couto, do Instituto de Previdência dos Servidores Militares do Estado de Minas Gerais. Foto: Bárbara Mazoni