Paulo Navarro | quinta, 21 de janeiro de 2021

De bem com a nova vida na passarela da avenida Oscar Niemeyer, Eduardo Santiago e Márcia Magalhães. Foto: Arquivo Pessoal

Vecchio Sonho

Lamentamos muito repercutir “um sonho que virou pesadelo” no final da tarde de terça. Última semana do restaurante Vecchio Sogno, do chef Ivo Faria. O fechamento, claro, se dá pela instabilidade econômica do país, gerado, principalmente, a partir da pandemia e falta de perspectivas a curto/médio prazo para sustentação dos negócios que dependem dos clientes.

Velho Sogno

“Ivo Faria não responsabiliza nenhuma instituição, governo ou entidade, mas entende que o momento não é propício para a continuidade do negócio uma vez que o alto custo de manutenção do estabelecimento, que emprega 60 pessoas, incluindo chefs, cozinheiros,  ajudantes, confeiteiros, garçons, maîtres, sommeliers, profissionais de limpeza, administrativo, financeiro, além de estagiários”.

Belo Sogno

Mas não é o fim do velho sonho. Ivo Faria desenvolve novos projetos em parceria com investidores.  Com 25 anos, o Vecchio Sogno foi um dos restaurantes mais premiados e relevantes de Minas, com enorme contribuição para o estado, recebendo, anualmente, milhares de pessoas interessadas em degustar as criações de Ivo e o “grande elenco”.

Sogno Real

Inaugurado em 1995 com o saudoso Memmo Biadi, o Vecchio Sogno seguiu com Ivo após o fim da sociedade, em 2001. Desde então, consolidou-se pela criatividade e sofisticação. A coleção de prêmios é vitrine da trajetória e de uma gastronomia rica, autoral e muito respeitada. Passaram pelo Vecchio Sogno centenas de cozinheiros que hoje encontram-se em estabelecimentos renomados no Brasil e exterior, formando novos mestres.

Sogno vivo

Para celebrar essa trajetória, o Vecchio Sogno promoverá sábado, às 19h30, um jantar reunindo alguns de seus clássicos. Os clientes receberão um kit com os ingredientes e terão o auxílio do próprio Ivo Faria durante uma “live”, aprendendo a preparar pratos que fazem parte da história do restaurante.

Sogno eterno

Para o “Último Menu em Casa – Vecchio Sogno”, os participantes receberão o já citado kit para duas pessoas em caixa personalizada. Os pratos serão finalizados junto ao chef Ivo Faria, via Zoom. Encomendas: até sexta 22/01 às 12h. O pagamento também deve ser feito até amanhã, via transferência bancária. Da plateia, os nossos parabéns e um sincero muito obrigado ao Ivo e à equipe. Esperamos o regresso em breve.

50 anos em 50

Das areias de Saquarema (RJ), nosso caro amigo e escritor, Tonico Mercador, enviou, entre outras boas, a notícia dos dois primeiros exemplares de seu livro “Poesia Reunida – 50 Anos – 1970/2020”, antologia editada em fac-símile, “para preservar as formas poéticas que caminharam comigo por meio século e estreando, por enquanto, apenas em minha varanda linda e cheia de brisa, em frente ao mar”.

50 anos em poesia

Emocionado, Tonico Mercador e “invasor de livros”, agradece a todos os guerreiros da Caravana Editorial e aos amigos Milton Guran, Chico Neiva, José Eduardo Gonçalves, Murilo Antunes, Ziraldo, Fernando Pacheco, Orlando de Souza e Márcio Borges, “cujos textos recheados de amor fraternal e companheirismo, são uma viagem à parte dentro do livro”. Ops! Feliz ano novo (aniversário), hoje, amigo! Saúde, paz e mais talento, se couber.

Vida longa ao restaurante "Ah! Bon", tudo de ótimo, com  a arquiteta Andrea e sua filha Maria Eduarda Fragoso. Foto: Arquivo Pessoal

Curtas & Finas

*Feliz aniversário, paz, saúde e mais bom humor, para o amigo Marcelo Osse, lá em Campinas, SP.

*A Fundação João Pinheiro (FJP) abriu, no último dia 12, as inscrições para o Programa de Liderança para a Retomada Econômica (LRE), anunciado em novembro pelo governador Romeu Zema.

Iniciativa da FJP, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e a Agência de Investimento e Comércio Exterior (Indi).

E mais: Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e a Associação Mineira de Municípios (AMM).

O LRE é um curso de capacitação para prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais de desenvolvimento econômico.

O principal objetivo do LRE é capacitar gestores públicos para a condução dos processos de retomada econômica.

*A Rede Mater Dei constrói o maior hospital privado de Salvador, na Bahia.

O centro hospitalar geral nasce no centro da capital baiana. Investimentos de R$500 milhões e tecnologia de ponta produzida em Minas.

Em construção há mais de um ano, o primeiro hospital Mater Dei fora de Minas tem previsão de entrega para o segundo semestre de 2022.

O empreendimento terá 24 pavimentos para atendimento das mais diversas especialidades.

A Rede Mater Dei de Saúde também constrói, na mesma área, um Centro Integrado de Saúde, com 19 andares.

São mais de 73 mil metros quadrados, incluindo área verde no entorno e um heliponto, seguindo o projeto do arquiteto Siegbert Zanettini.

O hospital vai ocupar cerca de 62 mil metros quadrados, com 369 leitos, dos quais 40 destinados à UTI para adultos e 40 à UTI pediátrica.

Será o maior hospital particular da maior região metropolitana do Nordeste.