Paulo Navarro | quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Na 68 La Pizzeria, a empresária Lilian Mesquita e a aniversariante Andréa Lopes

Foto: Edy Fernandes


Heberton Lopes, que comanda o Grupo Balo, escolhida a melhor assessoria de imprensa de Minas no ano de 2019

Foto: Edy Fernandes


Trópico de Câncer 

Em BH chove e faz calor, com ou sem sol. Mas no litoral chove sol forte todo dia. Por isso, haja recomendação médica contra um dos mais letais perigos de um país tão tropical, o câncer de pele. Nos jornais e na TV, campanhas para o uso obrigatório do protetor solar. Já do outro lado do mundo, um “país” inteiro proibiu protetores solares. O Arquipélago de Palau, no Oceano Pacífico, é este paraíso.

Trópico vital 

Segundo o site da BBC, Palau é a primeira nação a banir filtros solares que contêm substâncias como oxibenzona e são prejudiciais a corais e à vida marinha. “Temos que respeitar o meio ambiente, porque é nosso ninho na vida”, disse o presidente de Palau, Tommy Remengesau.

Trópico prisco 

O país, com população de apenas 20 mil habitantes, se vende no exterior como o “paraíso pristino (primitivo)” de mergulhadores. As ilhas Chelbacheb (ou Rock Islands), formadas por um recife de coral parcialmente submerso, são consideradas patrimônio da humanidade pela Unesco.

Trópico infernal 

Vinte mil pessoas, em dezenas de ilhas, mas recebendo mais de 120 mil turistas por ano. O problemão dos protetores solares é que, quando o banhista entre no mar, essas substâncias em sua pele são liberadas na água, chegando aos corais, que absorvem o produto e podem morrer. Os que sobrevivem têm seu sistema reprodutor afetado ou dificuldades para suportar o aquecimento das águas no verão. O impacto se estende para outras espécies de animais marinhos que dependem dos corais como abrigo e alimento.


Curtas & Finas

* O Centro Cultural Banco do Brasil de BH comemorou muito 2019: um milhão e meio de visitantes.

Leonardo Camargo, gestor do CCBB-BH, adianta 2020: “Estamos a todo vapor, com programação de peso, como a exposição Egito Antigo”.

A mostra reúne estátuas, sarcófagos e múmias com mais de 100 obras do acervo do museu egípcio de Turim, na Itália.

“Também está prevista a exposição ‘Bjork Digital’, que vai disponibilizar ao público, de forma gratuita, os conteúdos criados pela cantora, em colaboração com artistas visuais de todo o mundo”.

* O Memorial Vale, Praça da Liberdade, recebe Bárbara Barcellos e Telo Borges para uma homenagem ao movimento Clube da Esquina e seus integrantes, dia 9, às 19h.

Como integrante oficial do Clube, Telo Borges e seu piano incomparável acompanham a cantora Bárbara Barcellos com os grandes clássicos da música mineira desse período.

Esse evento integra o projeto Gerais Cultura de Minas do Memorial Minas Gerais Vale. Entrada gratuita.