Paulo Navarro | quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Nos bastidores do “Canal Livre”, na Band São Paulo, o prefeito de BH, Alexandre Kalil, entrevistado do programa, entre feras da emissora, Bernardo Teles, Laura Campelo e Murilo Rocha

Foto: Divulgação/Band


As belas amigas Isabella Cristina e Bianca Castro, marcando presença no Rustic

Foto: Edy Fernandes


Piores do estresse 

A revista “Época Negócios” acaba de divulgar a tenebrosa lista com as cidades donas dos piores trânsitos do mundo. Nove delas são brasileiras, claro. Bangalore, na Índia, lidera o ranking. Recife, em Pernambuco, é a primeira cidade brasileira a aparecer na lista, na 15ª colocação, de acordo com o ranking anual Traffic Index, elaborado pela empresa de mobilidade Tomtom. São 416 cidades em 57 países.

Piores do Brasil 

O estudo analisa o trânsito de acordo com o tempo médio adicionado a uma viagem e também inclui informações sobre quanto tempo os motoristas desperdiçam nos engarrafamentos. Salvador está na 28ª posição, Fortaleza, na 50ª, nossa Belo Horizonte, na 60ª, Porto Alegre, na 62ª.

Piores do mundo 

As campeãs “de lama” são Bangalore (Índia), Manila (Filipinas), Bogotá (Colômbia), Mumbai (Índia), Pune (Índia), Moscou (Rússia), Lima (Peru), Nova Delhi (Índia), Istambul (Turquia), Jacarta (Indonésia), Bangkok (Tailândia), Kiev (Ucrânia), Cidade do México (México), Bucareste (Romênia), Recife (Brasil), São Petersburgo (Rússia), Dublin (Irlanda), Odessa (Ucrânia), Lodz (Polônia), Rio de Janeiro (Brasil), Tel Aviv (Israel), Cracóvia (Polônia), Novosibirsk (Rússia) e São Paulo (Brasil).


Sempre São Paulo 

Em São Paulo, grafite de 800 m², “Operários de Brumadinho”, de Mundano, manifesto-homenagem às vítimas do rompimento da barragem. Inteligentemente, ao contrário de Minas, o mural, inspirado em “Operários” (1933), de Tarsila do Amaral, foi feito com tinta dos rejeitos da lama.


Curtas & Finas

* Amanhã, a Cantina do Lucas, templo gastronômico, comemora 58 anos.

A data será celebrada com muita alegria e vigor, revelando o peso e a importância das tradições, da qualidade e do atendimento.

Localizada no Edifício Maleta, é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural. Excelentes petiscos e supimpa happy hour.

* A artista plástica D’Assunção convida para sua exposição “Abstratos em Flor, Arte e Cor”, até dia 4 de março, no Espaço Cultural Otto Cirne, da Associação Médica de Minas Gerais, Centro.

* Até amanhã, no Hotel Sheraton/WTC de São Paulo, a Manoel Bernardes participa da 70ª edição da Feninjer.

Na principal feira do setor joalheiro da América Latina, a joalheria mineira apresenta a coleção Universo.

* A Fundação Hospitalar São Francisco de Assis, instituição filantrópica 100% SUS, atende 417 cidades mineiras, sobretudo BH e Grande BH.

A fundação acaba de conquistar a Certificação ISO 9001:2015, pela Unidade Santa Lúcia, que é dedicada exclusivamente à Ortopedia.