Paulo Navarro | quarta-feira, 3 de junho de 2020

Confinados em meio à natureza, Marise Rache e Toninho Guimarães brindam à vida

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

No mesmo altar da esperança de dias melhores, Patrícia Caldeira e o restaurateur Fernando Areco “Motta”

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Horizonte italiano

O Consulado da Itália de Belo Horizonte agradece à Prefeitura de Belo Horizonte pela homenagem ao Dia da República Italiana, ontem, iluminando a fachada do prédio da PBH, projeto do arquiteto italiano Raffaello Berti, e a fonte Cruzeiro do Sul, na Praça da Liberdade, com as cores da bandeira italiana. A iluminação continua por hoje.

Horizonte tricolor

Tradicionalmente, o Dia da República reúne representantes das instituições italianas e brasileiras numa grande festa, lembrada pelos momentos de fraternidade entre os dois povos. Assim, mesmo não havendo festa, o Dia da República Italiana não passará em branco na lembrança dos italianos e seus descendentes, que prezam pela preservação da história, dos laços de sangue e da cultura desse país.


Aeroporto seguro

Em clima e tempos incertos de pandemia do coronavírus, o cuidado com a segurança é prioridade no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, para que a oferta de voos ganhe novo fôlego. Em junho, estão previstos cerca de 885 voos domésticos, aumento de 57% em relação a maio, quando as operações chegaram a 566. Com essa previsão, o aeroporto volta a ter 10% das operações que tinha no período anterior à chegada da Covid-19.

Aeroporto vivo

A movimentação de passageiros pelo terminal deverá ser de cerca de 50 mil pessoas em junho. Além disso, está previsto o retorno de duas ligações ao Aeroporto Internacional de BH, com a volta dos voos para Brasília (DF) e Congonhas (SP). Eles se juntam a outros oito voos que já estavam ocorrendo em maio e serão mantidos em junho para: Guarulhos (SP), Campinas (SP), Santos Dumont (RJ), Vitória (ES), Montes Claros (MG), Uberlândia (MG), Cuiabá (MT) e São Luiz (MA).

Aeroporto perfeito 

Para Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, esse aumento “demonstra a confiança das companhias aéreas no potencial do mercado de Minas, assim como é um reflexo do trabalho feito na prevenção e contenção da epidemia. Nossa esperança é que tudo volte ao normal ao longo de 2020. Não medimos esforços para garantir a segurança e retomar as ligações de Minas com o Brasil e o mundo o mais breve possível. A aviação segue como o meio de transporte mais higiênico, rápido e seguro que existe”.

Aeroporto providencial

E, no dia 1º, o Terminal de Cargas recebeu o segundo voo vindo da China com itens essenciais para combate ao coronavírus. O lote de cerca de dois milhões de testes rápidos para detecção da Covid-19 foi importado por duas empresas. O voo fretado da Azul Cargo Express partiu do Aeroporto Internacional de Qingdao Liuting, na província de Shandong, e fez escala em Amsterdã, na Holanda.

Aeroporto essencial

A missão foi cumprida por um Airbus A330-900neo, a maior e mais moderna aeronave da frota da companhia aérea, e teve todo o espaço da aeronave – desde o porão até os assentos. “Mais uma vez, o aeroporto reforçou seu compromisso em apoiar o transporte de recursos relacionados às ciências da vida. Temos toda a infraestrutura e seguimos rigorosamente todas as normas técnicas de manuseio desses insumos”, declarou Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport.


Portal internacional

O portal In BH 2020 já está no www.inbh.com.br (2.500 informações, de primeira necessidade a artigos alto luxo). Incluindo o In Europa, começando por Veneza, na Itália. O In BH, edição na versão impressa 2021, possuirá 220 páginas contendo as informações atualizadas do portal In BH 2020 e excelente padrão de qualidade gráfica.

Portal múltiplo

Com tiragem de 5.000 exemplares, será distribuído em aeroportos, principais livrarias, agências de turismo. A peça impressa é complementar e, acima de tudo, fundamental, a fim de atender às suas múltiplas finalidades sob o ponto de vista do usuário considerando seus pontos de fortaleza em detrimento ao ambiente online, como a retenção dos impressos, entre outras.

Portal temático

A previsão de lançamento para a versão impressa, devido à pandemia, será dezembro. O In BH – já nos capítulos Belo Horizonte, Contagem, Ouro Preto e Tiradentes – trouxe uma visão cultural, histórica, econômica e turística. Neste ano a temática envolverá a Revitalização do Centro da Capital Mineira, Resgate Cultural, Movimento de Convergência Sócio Cultural e Econômico Pluralista.


Voltando à Itália

Tema inicial da coluna, a pandemia da Covid-19 é uma infelicidade que atingiu tanto a Itália quanto o Brasil de uma forma repentina e assustadora. E “A” homenagem às vítimas do coronavírus é da Embaixada da Itália em Brasília, da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) e da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa do GDF.

Voando à Itália

Um “voo simbólico” que se tornou possível graças à interpretação virtual do jovem tenor italiano Davide Carbone. “Volare (Voar)”, título popular do clássico italiano “Nel blu dipinto di blu” (“No azul pintado de azul”, 1958) de Domenico Modugno e Franco Migliacci, foi a canção escolhida pelo solista italiano para esta ocasião. “Volare é uma das músicas italianas mais famosas do mundo. Eu a escolhi porque é a história de um sonho, e acho que realmente precisamos disso agora”, afirmou Carbone. Assista ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=bgi-MOolrPE.