Paulo Navarro | quarta-feira, 29 de abril de 2020

Na balada de BH antes da crise, o coordenador de Comunicação da AMM, Lu Pereira, com o subsecretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Franco

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Saudades dos tempos antes da pandemia, com os artistas Nolli e Marquito

Foto: Edy Fernandes

Quarentena útil

O Consulado da Itália em Belo Horizonte promove série de “lives” com designers italianos ou estrangeiros que estudaram e trabalharam na Itália, no setor dos calçados e acessórios. As “lives” acontecem no perfil @estudionhnh, da designer mineira Luisa Jordá, que também estudou e trabalhou alguns anos na Itália. Luisa reuniu ótimo time, apresentando esse universo ao público durante a quarentena.

Quarentena criativa

Depois dos italianos Alvaro Ferilli, dia 23, e Chiara Cantelmi, ontem; amanhã, às 17h, será a vez da japonesa Chiharu Jimbo, que começou sua carreira em Nova York, EUA. Atualmente, vive em San Mauro Pascoli, na Itália. Já trabalhou com marcas como Balmain, Chloé e Gianvito Rossi.

Múltiplo aeroporto 

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional, em Confins, segue em constante movimentação e se tornou uma opção atrativa para a importação e exportação de produtos de Minas Gerais para o restante do mundo. É perfeito centro multimodal de soluções logísticas integradas.

Vinho solidário 

Em breve à venda na Amazon, com renda destinada à Creche Tia Dolores, que cuida de crianças, adolescentes e adultos portadores de paralisia cerebral, o livro “Conversando sobre vinhos: Um guia para aprendizes, escrito por um aprendiz”, do advogado Francisco Maia Neto. O livro não foi escrito com olhares de um acadêmico e muito menos de um enólogo, ou mesmo um enologista, mas de um enófilo, o amante do vinho que procura, pura e tão somente, relatar suas experiências, em quatro blocos.

Curtas & Finas

* O Itaú Cultural dá continuidade à série de lançamentos de arte como respiro: múltiplos editais de emergência com inscrições de projetos para Poesia Surda.

Voltado exclusivamente para poetas surdos ou com deficiência auditiva, o edital recebe inscrições até as 23h59 de 1º de maio, pelo link: https://itaucultural.formstack.com/forms/artecomorespiropoesiasurda.

“Neste momento de pandemia, é importante essa aproximação com a comunidade artística surda, no período de recolhimento necessário”, diz Valéria Toloi, gerente do Núcleo de Educação e Relacionamento do Itaú Cultural.

* O Colégio Edna Roriz, comemorando 25 anos, criou nova metodologia “para nos manter unidos mesmo estando longe: aulas ao vivo, exercícios variados, acompanhamentos em tempo real”.

“Com os nossos pequenos os professores cantam, dançam e se divertem. Nas aulas, nos vemos, nos unimos. Assim, continuamos a ensinar com eficiência, garantindo a segurança e o aprendizado dos nossos alunos, cada um na sua casa”.