Paulo Navarro | quarta-feira, 26 de junho de 2019

Na inauguração da PGP Gallery, no Santa Lúcia, a mamãe coruja, Eliane Pinheiro, e o fotógrafo e anfitrião da noite, Pedro Gaudêncio Pinheiro

Foto: Edy Fernandes

Paulino Cícero, durante o lançamento de seu livro “Meus Cadernos, de São Domingos do Prata à Brasília”, ao lado do associado efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, Aristóteles Atheniense

Foto: Edy Fernandes

Absurdo urgente 

Mais uma herança maldita da Infraero que não quer sair de cena sem estragos. Devido ao aumento dos aluguéis dos hangares no Aeroporto da Pampulha, os antigos proprietários desfazem contratos históricos, cedendo os espaços para mercado duvidoso. Pessoas sem experiência e intimidade na área. Nos bastidores, rumores de que os hangares se transformarão em estacionamento e locais para festas.

Inverno quente 

Frio, vinho e aquela roupa quentinha, no Festival de Inverno de Nova Lima, dia 27 de julho, no Alphaville, Lagoa dos Ingleses. Das 13h às 23h, Samuel Rosa, sem o Skank – em férias –, mas com os sucessos da banda e músicos convidados. Mais: a banda Caraivana, de Caraíva, Bahia.

Inverno aquecido

E com modernidade, o Thunder Blues, quarteto de rock, funk, soul e rhythm and blues. Por fim, o DJs Jaka e Vavá conduzem a pista com versatilidade, tocando do jazz às brasilidades; da soul music aos flashbacks. Completando, o Mercado da Boca & Gastropark, na gastronomia.

Erro saboroso 

Em maio, ao noticiarmos os queijos mineiros premiados na França, citamos o concurso do ano passado. Os verdadeiros vencedores mineiros, entre tesouros de outros estados, continuam maioria e alcançando números bem maiores. Alguns exemplos, a seguir, porque impossível publicar o gigantesco e orgulhoso número. Na categoria principal, Superouro, os artesanais da Serra da Canastra: Vale da Gurita, Santuário do Mergulhão, Queijo do Ivair. No mais, muitos outros nas categorias Ouro, Prata e Bronze.

Curtas & Finas

* Ainda sobre os queijos mineiros brilhando no concurso de Tours, na França, entre 2 e 4 de junho...

Em 2018, Minas ganhou 11 medalhas nas três categorias. Esse ano, entre as 59 brasileiras, 50 de Minas.

* Rogério Coutinho Siqueira e Sérvio Queiroz convidam: jantar com os vinhos Catena, no Meat&Co, Belvedere, hoje, às 19h, com a presença de Marcelo Vilhena, embaixador Catena no Brasil.

* Dia 29 de junho, das 12h às 14h, Cláudia Fares autografa, na Livraria da Rua, Savassi, “A memória é uma boneca russa”.

O romance abre um mundo comovente e realista, onde personagens, de antanho e alhures, vivem conflitos e emoções.

Seu livro de crônicas, “A fonte onde se bebe”, venceu o Prêmio BDMG Cultural e foi selecionado pelo MEC para ser distribuído em todas bibliotecas públicas do país.

* O Grupo A.R.G, dos irmãos Adolfo, Rodolfo e José Geo, apresenta, amanhã, a Carapreta, uma linha de carnes nobres certificada na Associação Brasileira de Angus.

O lançamento acontece em dois momentos: pequeno almoço, realizado pela Associação Brasileira de Angus e o Grupo A.R.G, e uma parrillada à noite, assinada pelo chef Cantídio Lanna no espaço Mineiraria, no Barro Preto.