Paulo Navarro | quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Celebrando os 40 anos do BH Shopping, o superintendente Fêlix Diéz ao lado do gerente de marketing do mall, Renato Tavares

Foto: Edy Fernandes

O jornalista Zeca Camargo foi uma das atrações da festa, que durou o dia inteiro e tomou os corredores do BH Shopping

Foto: Edy Fernandes

Murcha e furada 

Em tempos de inacreditável crise sem fim, desde 2015, o mínimo que poderíamos esperar era algum consolo, nos esportes, por exemplo. Mais particularmente, no futebol. Mas e aí? Vemos crise moral, ética, financeira e de qualidade. Onde estão nossos tesouros chamados, por ordem alfabética, América, Atlético Mineiro e Cruzeiro? Dando um vexame atrás do outro. Perdendo em casa e desabando na tabela.

A pensar 

Desde 2010, comemora-se o Garnacha Day na terceira sexta-feira de setembro, no próximo dia 20. De origem espanhola, são muitos os nomes ao redor do mundo: Grenache, Garnatxa e Cannonau. A Garnacha não é tão conhecida como a Cabernet Sauvignon, Syrah ou Merlot, por exemplo.

A começar 

A uva, o vinho, na Casa Rio Verde, aqui em Belo Horizonte. Faltam apenas o hábito e a comemoração. Na França, toda terceira quinta-feira de novembro é conhecida como Le Beaujolais Nouveau est arrivé! ou “O novo vinho Beaujolais chegou!”. Festa nacional, turismo, dinheiro.

A copiar 

São essas iniciativas que devemos copiar. Se não for o vinho, o uísque, que seja a cachaça. Nossas autoridades turísticas deveriam “pescar” ideias no exterior. Voltando ao vinho Beaujolais, ele nem é grande coisa. É um vinho que deve ser consumido rapidamente, não pode ser guardado. Por isso, no próximo dia 20 novembro, principalmente em Paris, milhares de pessoas farão filas em frente às lojas e restaurantes, esperando, à meia-noite, a entrada do 21 de novembro, quando o Beaujolais é liberado.

Curtas & Finas

* Dia 13, em São Paulo, o presidente da MRV, Eduardo Fischer, esteve na 2ª edição do Fórum Brasileiro das Incorporadoras (Incorpora).

O evento reuniu empresários do mercado imobiliário, representantes do poder público e da sociedade civil para debater temas do setor como a reforma tributária, políticas habitacionais e crédito imobiliário.

A mesa redonda de Fischer discutiu políticas habitacionais, com executivos de demais construtoras e do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

* E a chef Helena Rizzo – responsável por comandar os restaurantes Maní e Maníoca, em São Paulo, e eleita a melhor chef da América Latina e do Mundo – esteve na Casacor Minas.

Ela deu uma aula-show no Marble Lab, a cozinha experimental e funcional da mostra.

* A representante do Eramus+, a psicopedagoga e neurocientista Ângela Mathylde, será uma das palestrantes no Neuroconectar 2019, no Centro Universitário Newton Paiva, de 9 a 11 de outubro.

Dias 28 a 31 de outubro, estará no I Congresso Estadual de Pedagogos e Especialistas em Educação Básica.