Paulo Navarro | quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Ecos dos 15 anos de Laura Mascarenhas, com o papai coruja, Rodrigo Mascarenhas, ao lado dos deputados federais Bilac Pinto e Aluisio Guimarães

Foto: Edy Fernandes


No mesmo evento, que aconteceu no Espaço Marô, Rose Stuart, emoldurada pelo vereador Álvaro Azevedo e pelo juiz Juarez Azevedo

Foto: Edy Fernandes


Mais um gol 

Menos uma hipocrisia perante gastos “reais” em dólares, euros etc. O Governo Federal dobrará o limite atual para compras em free shops. Pedido do presidente Jair Bolsonaro ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para decreto a ser editado nos próximos dias. Com a mudança, brasileiros que viajam ao exterior poderão comprar, em vez dos ridículos US$ 500, o dobro, em produtos nos aeroportos.

Mais “free”

A mudança vale apenas para free shops. O limite para compras no exterior permanecerá nos US$ 500. Na verdade, esta medida privilegia um minúsculo número de brasileiros, os que ainda têm dinheiro para o luxo das viagens internacionais. Difícil, com esta crise, é viajar!

Mais “shops” 

De que adianta aumentar gastos em free shops, se o dinheiro da classe média mal dá para passagens aéreas e hotéis? E essas mesmas passagens que continuam caríssimas? E o limite da bagagem que evita compras e serviu nem para baixar os preços das viagens? Falta é concorrência!

Mais do mesmo 

Recapitulando, cai uma hipocrisia, sobe outra. A primeira envolve os raros brasileiros que gastam milhares de dólares no exterior, mas podiam gastar apenas US$ 500 nos free shops, era uma piada. Na segunda hipocrisia, a medida só beneficiará os mesmos ricos que nunca precisam ser beneficiados, simplesmente porque sempre foram. Muito bem, que bom! Agora, podemos gastar mil dólares nos free shops. Mas onde encontrar esses dólares a mais, se a boba classe média já viaja contando dinheiro?


Curtas & Finas

* Mais uma mostra da revitalização e geração de resultados sustentáveis da Usiminas: a retomada de seu patrocínio à Fundação Clóvis Salgado.

Para a diretora Corporativa de Comunicação e Relações Institucionais da Usiminas, Ana Gabriela Dias Cardoso, a retomada do patrocínio à FCS é “uma alegria”, mais um marco na trajetória recente da companhia.

* Mais uma edição do Ciclo de Workshop para Jornalistas 2019, tendo como tema Reforma Tributária: tudo o que você precisa saber, sobre o polêmico assunto do momento.

Na ocasião, abordagem do sistema de arrecadação, a proposta da Reforma Tributária, importância, principais linhas da proposta, o que muda, prós e contras, e possíveis impactos.

Dia 29, às 8h, no Ibmec/MG.

* O presidente da Associação Mineira de Municípios, Julvan Lacerda, estava em Brasília para a votação da cessão onerosa no Senado, garantindo recursos aos municípios.

Assim, a coletiva AMM/Instituto MDA Pesquisas foi remarcada para hoje, às 14h, na sede da entidade, em BH.