Paulo Navarro | quarta, 9 de junho de 2021

Muito interessante

Todos os produtos ou serviços que usamos têm impostos. Grande novidade, não é? Mas quais os produtos com mais tributos no Brasil? A resposta vem do CNN Brasil Business, que pediu um levantamento para o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Desde 1992, o instituto se dedica ao estudo do complexo sistema tributário no país.

Muito absurdo

Em primeiro lugar, nada de novo também: cigarros: 83,32% do preço, cachaça: 81,87%, casaco de pele de vison: 81,87%, perfume importado: 78.99%, caipirinha engarrafada: 76,66%, videogame: 72,18%, arma de fogo: 71,58%, maquiagem e produtos importados: 69,53%, perfume nacional: 69,13% e smartphone importado: 68,76%.

Templos sagrados

A Espanha é muito católica e deve ser o primeiro país europeu a liberar suas fronteiras para sua grande fonte de renda, o turismo, recheado de igrejas e catedrais. Daí a pertinência da nota a seguir, que chegou até aqui pelos tortuosos caminhos do WhatsApp. A agência Civitatis elegeu as 10 igrejas mais bonitas do Brasil. Minas se destaca, claro, com suas cidades históricas, como Ouro Preto e Sabará.

Templos turísticos

Em Ouro Preto, a Matriz Nossa Senhora do Pilar. Em Congonhas, dos profetas do Aleijadinho, a Basílica Senhor Bom Jesus de Matosinhos. Quando a cidade é Sabará, “aquela pintura” em forma de igreja, a Nossa Senhora do Ó. Pausa para a curiosidade do dia. “Ó” é um círculo, assim como o ventre virginal. Ventre circular? Padre Vieira escreve que Maria, grávida, não parava de exclamar oh! na expectativa do nascimento do filho de Deus.

Templos misteriosos

Outra versão reza que a letra “O” é símbolo da imortalidade. Pode ser, como o símbolo do infinito, um “oito deitado”. Mas voltando ao altar, os espanhóis recomendam até a Igreja São Francisco de Assis, a famosa igrejinha da Pampulha, com a grife de Oscar Niemeyer. Fora de Minas, no Rio, o Mosteiro São Bento e a Igreja São Francisco da Penitência.

Templos templários

Em São Paulo, a emblemática Catedral da Sé. Como não devem conhecer Tiradentes; em Brasília, a Catedral Metropolitana; no Nordeste, Capela Dourada, em Recife e Igreja e Convento São Francisco, Salvador. Vale lembrar uma curiosidade sem maldade. Para os europeus e suas majestosas catedrais, as nossas são simples igrejas. Não deixam de ter razão.

Curtas & Finas

*Carolina Vaz, ex- Shopping Cidade, está exultante de felicidade. Desde abril, trabalha como “controller” de uma holding que possui diversos negócios.

Um deles é o Shopping Vale do Aço, fortaleza que tem tudo para atrair antenados e novos lojistas de BH para lá.

*Deu aqui mesmo em O TEMPO e gostaríamos de reforçar.

A companhia aérea norte-americana Eastern Airlines adiou sua estreia de voos do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

Voos de Confins, para Nova York, Miami e Boston, Estados Unidos. A companhia aérea deveria iniciar suas operações dia 28.

O voo de estreia foi transferido, provavelmente, para o final de julho. Por que? Muito simples e evidente.

A manutenção do bloqueio de fronteira ainda não retirado pelos Estados Unidos para turistas brasileiros.

Na esteira, a falta de demanda. Os mineiros querem viajar, mas simplesmente não podem.

Quando houver um número suficiente de pessoas capazes e dispostas a viajar, a boa nova entra em prática.

 

O presente do prefeito Wirley Reis ao secretário Leônidas Oliveira, camiseta com a frase de Guimarães Rosa, sempre citada por Leônidas: “É junto dos bão, que a gente fica mió”. Ao lado, a vice-prefeita de Itapecerica, Joyce Rios. Foto: Arquivo Pessoal

*A cidade de Itapecerica se destaca na Cultura e na história, tradições e bens culturais materiais e imateriais.

Muitas ações, inaugurações, investimentos e programas foram anunciados pelo prefeito Wirley Reis e pelo secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.

Ah! Wirley Reis também é presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais. Leônidas e comitiva da Secretaria passaram um fim de semana em Itapecerica, a “Capital Cultural do Centro-oeste de Minas”.

Quem faz e acontece passa por aqui

Em almoço no Pobre Juan, BH Shopping, o maître Mardone de Paula e o gestor da casa, João Batista. Foto: Arquivo Pessoal

 

No mesmo almoço executivo, Nicolau Maranini, do BH Aiport e a empresária Lílian Mesquita, da 68 Pizzeria. Foto: Arquivo Pessoal