Paulo Navarro | quarta, 28 de abril de 2021

Confraternização de artistas da Arte, da Vida e da arte de viver: Thales Pereira, Paulo Laender, o anfitrião Jonas Braga e David Guerra. Foto: Arquivo Pessoal

Estranha cidade

Meio Belo Horizonte, meio Nova Lima. Seis Pistas, avenida Oscar Niemeyer, a “Miami de Minas”. Região linda e empanturrada de gente por estranha estratégia na pandemia. BH fechada ou parcialmente interditada; Nova Lima, escancarada, liberada, com tudo aberto. Resultado: a “moçada”, de no máximo 30 anos de idade, invadindo as “praias” e bares locais.

Estranha lei

Vá entender! Faltam sintonia e sincronia, numa região que, entre duas cidades, acaba sendo a parte mais em moda, mais chique e rica da combalida capital mineira. Pela ilógica lógica faz sentido nenhum porque o vírus não tem passaporte, nem se tivéssemos um Muro de Berlim. Alguém sai da fechada BH, “contamina-se” na aberta Nova Lima e volta impunemente para a mesma BH.

Estranha política

E por falar em Berlim, a mesma situação, principalmente aos domingos, com padarias e supermercados de BH fechados, faz até lembrar o racionamento de víveres na Segunda Guerra Mundial ou o de Cuba, desde sempre. É gente gritando e fazendo fila para comprar um vulgar frango assado. Isso, em estabelecimentos frequentados pelos mais velhos, porque os jovens de BH vêm extravasar, lotam os “points” da região livre e voltam ao estado de sítio.

Excelentes Cidades

Sobre minha mesa a mais nova publicação da Escola de Gestão Aquila, o livro "Cidades Excelentes", de Raimundo Godoy, presidente do grupo. Obrigado pela obra em parceria com os especialistas, Leonardo Rischele e Rodrigo Neves direcionada à gestão pública e cidadãos empreendedores. O caminho para a melhoria contínua da localidade onde vivem, apresentando a importância de criar e manter um ciclo precioso de desenvolvimento humano.

Excelentes cidadãos

Mais que oportuno, o livro, que conta com o prefácio do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco e de João Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, apresenta a origem do conceito que revoluciona a forma dos gestores públicos trabalharem por resultados. O livro mostra aos mesmos gestores o que querem os cidadãos e como chegar lá, de maneira rápida e eficaz.

O chef Caio Soter à frente do "Toque de Mãe”, grande evento do Hospital da Baleia para o Dia das Mães. Foto: Arquivo Pessoal

Curtas & Finas

*“Toque de Mãe” é a surpresa preparada pelo Hospital da Baleia e o chef mineiro Caio Soter para a data mais especial do ano: o Dia das Mães.

O almoço beneficente acontecerá com toda segurança e no conforto das próprias casas, em pratos que envolvem técnica, sabor e amor.

Para tal, dois modelos de kits, atendendo duas ou quatro pessoas, com entrada, prato principal e sobremesa.

O kit será entregue dia 8 de maio, um dia antes do Dia das Mães. Mais informações pelo e-mail rededeamigos@hospitaldabaleia.org.br.

*Pela Lei Aldir Blanc, o 1º Festival Dance com Ciência, produzido pelo Bastidores - Pesquisa, Dança e Treinamento.

O festival será realizado em formato digital, “online”, entre maio e julho de 2021, em três etapas.

Inscrições para a primeira etapa até dia 7 de maio. Interessados devem enviar vídeos de 50 segundos a um minuto, pela plataforma www.bastidorestreinamento.com.

*No movimento nacional “Unidos pela Vacina”, a mineira Telemont entregou à Varginha, Sul de Minas, tendas para seis drive-thrus de vacinação.

*Parabéns à MIP Engenharia, completando 60 anos de mercado; especializada em obras industriais e gestão de empreendimentos.

Mais de 300 obras, mais de um milhão de toneladas montadas e grandes projetos em andamento em todo o Brasil.

*A Escola Digitalista abriu as inscrições para mais uma edição da Série Marketing Digital para jornalistas.

O evento “online” e gratuito acontece entre 3 e 9 de maio. Inscrições no link.