Liberdade tardia

O jornalista Humberto Alves Pereira, as belas jornalistas Liliana Junger e Juliana Alvarenga, o empresário Celso Picchioni, e as igualmente belas e jornalistas Luciana Mussy, Larissa Carvalho e Renata do Carmo, durante animado happy hourFoto: Paulo Navarro

Liberdade tardia 
Dia 25, no The One Business Center, participamos do 8º Fórum Liberdade e Democracia: As incertezas de um Brasil Planejado. Promoção do IFL-BH, Instituto de Formação de Líderes de Belo Horizonte; todos debatendo o futuro incerto da economia, o papel do empresariado na solução para um país mais livre e aberto à concorrência com perspectivas para 2018. Fizemos uma mini entrevista com João Dória.

Liberdade e exemplo 
Mini entrevista porque é difícil até chegar perto do prefeito de São Paulo, que é assediado como um pop-star. Dória já disparou sobre o tema Liberdade e democracia: "Na ordem do dia. Hoje, amanhã e sempre. Vim falar um pouco da experiência que estamos tendo em São Paulo".

Liberdade e prioridades 
"Vim como prefeito de São Paulo para falar de uma experiência transformadora. Um Estado menor, mais eficiente, enxuto; apoiando a desestatização, a transparência e a inovação. E dando prioridade à saúde, educação, habitação popular, segurança pública e mobilidade urbana".

Liberdade e futuro 
Indagado sobre a validade desta receita para Brasilia, como presidente, respondeu com modéstia: "Essa é uma boa receita. Mas primeiramente, ela não é minha. Não tenho pretensão disso. Mas ela vale para qualquer parte do Brasil, para  qualquer município, qualquer estado e, obviamente, para o país também". E a política já virou uma viciante "cachaça" para o empresário Dória? Ele, sem citar a histórica política do Café com Leite, mandou: "Olha, ao invés da cachaça, prefiro queijo com goiabada".

Liberdade e diplomacia 
"E já que estou aqui, em vez da bajulação, vou usar o bom exemplo de Minas e ficar mesmo no queijo com goiabada. Aliás, temos um grande representante do estado: o nosso senador Antonio Anastasia que é uma das melhores figuras políticas do país. E tenho por ele enorme respeito. Fiquei muito honrado de tê-lo aqui nessa oportunidade ao nosso lado".

Curtas & Finas

Do colega Lauro Jardim: "Mudanças no comando do BMG. Antônio Hermann aposenta-se e deixa o cargo de diretor-geral. Em seu lugar, Marco Antonio Antunes, atual diretor executivo.

* Dia 25, tomou posse a nova diretoria da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), até 2020.

Parabéns ao presidente, José Batista de Oliveira, em seu segundo mandato.

Vivas à A CDL Jovem que, ontem, completou 29 anos, desenvolvendo jovens lideranças, com a troca de experiências e o contato com o mercado.

* O homem comum em suas atividades, do banal, passando pelo sofrimento e o trabalho até chegar à morte.

A partir dessa linha, a cAsA - Obras Sobre Papel, em Santa Efigênia,  mergulha em seu acervo e inaugura, hoje, a exposição, “Prosaica Humanidade".

São 37 gravuras de 29 artistas, como Erik Desmazières, Käthe Kollwitz, Evandro Carlos Jardim, Francisco Goya, Marc Chagall, Oswaldo Goeldi e Renina Katz. Até 23 de dezembro.