Homem luz

Na inauguração do salão Tom Beauty em Lourdes, a proprietária Reany Lopes e Fernanda Keulla
Foto: Wagner Tamietti

Na recepção especial para os passageiros do vôo inaugural partindo do Aeroporto Internacional de BH em direção a Orlando e operado pela Azul, Dany Oliveira, gestor da BH Airport, Gustavo Arrais, secretário adjunto de Turismo do Estado de MG, Ronaldo Veras e Marcelo Bento da Azul e Daniel Bircher, diretor de Operações da BH Airport
Foto: BH Airport/Divulgação

Homem luz
Recentemente, falamos duas vezes com o mineiro de Entre Rios de Minas, gente boa e bom papo, ex-ministro, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, advogado, Carlos Velloso. Ele também é o entrevistado nesta coluna, amanhã e no programa DNA, também sábado, na Band. Na primeira oportunidade, Veloso dissertou sobre a suposta e "mítica" ditadura do Judiciário.

Homem lanterna|
“Estamos vivendo num jogo de poderes. É hora, de o Supremo Tribunal Federal se apresentar em sua figura mais importante, a moderação. Precisamos estabelecer esse equilíbrio nesse jogo de poderes porque o que a sociedade afinal deseja? Deseja que a corrupção seja escorraçada".

Homem tocha
"Que os corruptos sejam punidos exemplarmente, mas com todas as garantias constitucionais. Supremo moderador. O Supremo foi assim instituído pelos pais fundadores da nossa República em 1789. E falando aqui de Minas é importante, porque de Minas se fala para o Brasil, não é?".

Homem farol
E finalizou Carlos Velloso: "Minas é o Estado mais conservador, mas é um Estado pioneiro neste país. Tudo o que é grande neste país, partiu de Minas. Você começa com a Inconfidência Mineira, a primeira revolução pela independência planejada e séria, só que não deu certo porque teve um traidor e ficou na história como tal. Então, esta é a minha posição: Que o Supremo tome o seu papel de poder moderador e ponha ordem nestas coisas". Amanhã, mais do imperdível Carlos Velloso, nesta coluna.

Curtas & Finas
* Amanhã, Sofia Loiola Pace, filha do médico Walter Pace e de Roberta Pace, recebe 500 amigos para a celebração de seus 15 anos na Sua Sala, Ponteio Lar Shopping.
Com temática urbana, o "début" inspirou o ensaio da aniversariante sob o olhar da fotógrafa Joana Costa pelas ruas do Centro de BH.
O convite é obra do artista plástico Rogério Fernandes. Os DJs Guido Santana e Saulo Silveira comandam a pista.

* Da impagável malvada Duda Sokolowski: "Vai pra balada, pega aquele mulherão, fica mais feliz que pinto no lixo. Depois percebe que ela é desmontável!".
"Peitos e bumbum de silicone, cabelo mega hair, cílios postiços, olhos são lentes. Ah! E a cara foi cimentada. Corre pede socorro para São Jorge matar o dragão".\


* Réveillon chegando a galope; vem a chata, inevitável, falsa, desesperada e deprimente pergunta: "Onde você vai passar o ano?".

“Se para a maioria de nós, o Réveillon for como o ano 2017, melhor nem sair de casa".