Feliz peru

A artista plástica Monica Mendes, Isabelle Fontes, nossa correspondente em Miami e Jade Matarazzo curadora da Exposição na Art Basel Miami 2016
Arquivo pessoal

Feliz peru
Para muita gente, esta crise parece aquela visita chata que não vai embora. Para muita gente, sem dinheiro, sem trabalho, ouvir um "Feliz Natal" virou ofensa pessoal. É compreensível. Desejar Feliz Natal pode parecer gozação, humor negro, alienação. Mas nosso Feliz Natal a vocês é sincero, de otimismo e esperança. Mesmo porque não temos escolha. Então, um super, grande, saboroso Feliz Natal.

Feliz nozes
Feliz Natal e, pra quem for viajar, deixamos também um próspero ano novo. Ano passado, o Natal já não foi grande coisa, este também não vai ficar entre os melhores. Mas sobrevivemos para renovar o mesmo otimismo, a mesma esperança, sim, ela, realmente, é a última que morre.

Feliz rabanada
Não estamos na Síria ou na Venezuela. Isso já é um presente. Sobreviver é muito bom, uma vitória.  E o Natal pode ser muito divertido, agradável entre pessoas que se gostam, em família. Um feliz natal, com os entes queridos é o primeiro passo para uma feliz passagem de ano.

Feliz reunião
Sejamos gratos porque o pouco de bom não deixa de ter sido bom. Por que o pulso ainda pulsa, porque choveu. Em vez de lamentar, chorar a Cidra derramada, vamos agradecer. Agradecer a avelã, o tender, a maionese, com ou sem bacalhau. Vamos sobretudo agradecer ao aniversariante do dia 25. Lembram dele? E agradecer ao pai dele, pelos presentes de cada dia. Pra terminar um piadinha com o outro lado da moeda: Em tempos de festas, ter uma família unida é a melhor coisa, mas reunida é um horror.

 No camarote do Cruzeiro no Mineirão, o diretor comercial do VerdeMar, Alexandre Poni, o diretor de marketing do Cruzeiro, Marciano Barbosa e o advogado João Torres
Foto: Paulo Navarro

Curtas & Finas

* Outra piadinha natalina, pra dizer durante a ceia: não sei o que é pior, uvas passa no arroz ou maçã na maionese.

* Ferreira Gullar: “O mundo aparentemente está explicado, mas não está. Viver em um mundo sem explicação alguma ia deixar todo mundo louco. Mas nenhuma explicação explica tudo, nem poderia. Então de vez em quando o não explicado se revela, e é isso que faz nascer a poesia. Só aquilo que não se sabe pode ser poesia.”

* O badalado Bal Harbour, de Miami Beach, centro de compras e hotéis sofisticados, ganhou grande novidade gastronômica, o restaurante grego Atlantikós, no premiado St. Regis Bal Harbour Resort, ao lado dos Burger Bar, St. Regis Bar & Sushi Lounge e Fresco Beach Bar & Grill.

* A pergunta que não doi e não quer calar: as estradas de Minas foram tombadas? São patrimônio público, histórico, da humanidade? Entra ano, sai ano e nada de modernizar. Nem manutenção têm para favorecer uma viagem em segurança. Tenso!