Casa alegre

Legenda: No Expominas, durante o coquetel de abertura da 22ª edição do Minas Trend, o presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior e sua Terezinha ao lado do presidente eleito da instituição, Flávio Roscoe
Foto: Edy Fernandes

Casa alegre 
Em 16 de novembro do já longínquo 2013, aqui, nesta coluna, o saudoso e inolvidável intelectual, homem de teatro e cinema, Ronaldo Brandão (1940-2016), dava a seguinte ideia/sugestão, uma brincadeira séria: a "Casa da Bicha Velha". "Nós, as 'bichas velhas', temos que ter um lugarzinho seguro para viver os últimos anos. Ela pode ser num bairro mais humilde, na zona Norte, isso não importa".

Casa casinha 
Continuou Ronaldo: "Serão 24 casinhas, 12 de cada lado e um jardim no meio. Um jardim com jardineiro bonito, para nos alegrar, inspirar a memória. Lá, basta nos um catre, um colchão, uma janela para o gramado. Uma TV em P&B, para ver novela, água e um copo para a dentadura".

Casa consistente 
"De manhã, cafezinho, pão com manteiga, um copinho de leite. No almoço, coisa mais consistente: arroz, feijão, suflê de ervilha. Bife não, porque velho não tem dente. No fim do dia, um mingau de couve, aveia. Vai ser bem no estilo ABL: morre uma bicha velha, entra outra".

Casa amiga 
"A Casa da Bicha Velha" seria tipo uma "Casa dos Artistas". E mesmo sem Ronaldo, a ideia vingou. Deu no site Perfeito: "Casa de Repouso, que nada! A moda agora é envelhecer com os amigos! Em 2050, o mundo terá o triplo de pessoas com mais de 60 anos. O envelhecimento pode ser tratado de diversas formas como algo bem vivido e com qualidade de vida".

Casa viva 
"Quando a idade chega, as pessoas seguem opções de viver. Algumas são cuidadas pelos filhos, outras pessoas vão para uma casa de repouso. As mais arrojadas querem viver com seus amigos. A nova moda é a Cohousing, esquema de moradia criado na Dinamarca, que valoriza o contato com os amigos em comunidade.Uma vila privada. Cada morador ou casal tem sua casa e conta com espaços comuns para convivência, lazer, entre outros. Cada Cohousing tem regras próprias de convivência. O modelo deu certo".

Curtas & Finas
* A experiência do Cohousing deu tão certo que já existe na Europa, Estados Unidos e chega ao Brasil, em Piracicaba (SP).
Em Minas, Tobias Machado Neto, tem ideias muito boas sobre o assunto. À elas voltaremos aqui. 
* Com trabalhos inéditos do fotógrafo Eustáquio Neves, a cAsA – Obras Sobre Papel abre a exposição “Memória do Filme”, dia 25, a partir das 20h.
A individual traz diferentes momentos do artista, como “Futebol” (1997-98), “Objetização do corpo” (1999), “Máscara de punição” (2004) e “Dead horse” (2008).
Já “Memória do filme”, de 2018, será exibida pela primeira vez.
Com 30 anos de carreira, mais de 40 mostras pelo mundo e prêmios, Eustáquio Neves não expõe em BH desde 2002.
*Começou, dia 13, o 19º Comida di Buteco, “transformando vidas através da cozinha de raiz – Buteco extensão de sua casa”
A Meniax, marca de underwear masculino lançada ano passado pela empresária Nádia Kassab, faz sua estreia no stand da Ready to Go no Minas Trend com coleção verão 2019 assinada por Lucas Magalhães. Até o dia 20, no Expominas.