Bloco do Eu

No Espaço Meet, a gata Roberta Figueiredo
Foto: Edy Fernandes

E as outras belas Raquel Moreno e Aieska Senra
Foto: Edy Fernandes 

Bloco do Eu
Tirando a Bahia e estados "rebeldes" que esticarão o carnaval até 2019, a maioria do mortais deve estar em casa. Entre imortais, mortos, feridos ou descansados, estar em casa lembrou-nos uma matéria deveras instigante, lida no Portal Raízes: "Pessoas que preferem ficar em casa são mais inteligentes". E ficar sozinho é em boa companhia, perto dos livros, filmes; longe de gente chata e burra.

Eu sozinho
Estes “solitários” voluntários e produtivos são mais inteligentes do que seus amigos que saem mais ou praticamente todos os dias. Palavra do "British Journal of Psychology" que descobriu: os "eremitas e misantropos", de poucos, mas ótimos amigos, possuem QI muito mais elevado.

Eu e mim
A avaliação girou sobre o quão felizes as pessoas diziam estar, de acordo com o lugar onde viviam e como eram suas interações sociais. E os sozinhos e não solitários nem sempre são introvertidos, têm grande habilidade em fazer amigos. Escolhem com cuidado os raros, em quem confiam. Amam aprender mais sobre si mesmos e sobre a vida, gostam de conversas interessantes e não têm muita paciência para conversas fiadas. Isso não significa que sejam egoístas, mas não gostam de multidões, claro.

Eu etc.
Muitos preferem a companhia de um animal, como o saudoso presidente, general João Baptista Figueiredo. Isso não é nojo de gente, mas um modo de interagir. São inteligentes e socializam através de redes sociais. Ir a um evento ou a show é devastador para a sua paz de espírito.

Curtas & Finas
* A Pós-graduação do Instituto de Ensino e Pesquisa Santa Casa BH (IEP SCBH) promoverá vários workshops gratuitos.
Palestras em dois sábados. Dia 24: Gestão em Saúde, às 8h30. Dia 3 de março, às 8h30: Estética em Saúde e, às 13h30, Farmácia: Gestão, Marketing e Auditoria; e Educação em Saúde.
Da estonteante Patrícia McKay Acm: "Mortadela é igual mulher de bandido, quanto mais apanha mais se apaixona!".
Outra de Patrícia: "Antes os cornos eram os últimos a saber, aí nasceram os Mortadelas!".

* Nosso amigo na Flórida, EUA, Alex Gomes, tem contato com o polêmico jornalista carioca, Rodrigo Constantino, ex "Veja", ex "O Globo", agora na "Isto É".
Constantino vive em Weston, como  mais de 500 famílias brasileiras de alto poder econômico.
Imaginem, diz Alex Gomes, a casa mais pobre de lá custa 500 mil dólares.
Ah! Voltando a Rodrigo Constantino ele é amigo de outro "exilado", Paulo Figueiredo Filho, neto do supracitado general/presidente João Figueiredo.