A dona do segundo lar

A super Erica Drumond que assume hoje a presidência da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais
Foto: Divulgação

 A dona do segundo lar
A amiga, linda, competente e dona de raro humor, Erica Drumond, assume, hoje, a presidência da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH MG). Muito chérie pelo trade turístico, a empresária que também dirige a Rede Vert Hotéis, promete incrementar a cidade, a exemplo da bem sucedida campanha Eu amo BH radicalmente adotada e divulgada por ela. E tem muito mais, ainda.

A dona do pedaço
Erica Drumond marca presença no WW Marriott Marquis Hotel,em Miami, onde participa do Hola investiment Confere, falando sobre oportunidades de mercado para a hotelaria na América Latina. Ah! A Vert Hoteis assume a administração de um moderno hotel no coração da Savassi. 

 

A dona da luz

As 144 suítes serão, com certeza e tradição, belissimamente decoradas e bem equipadas. A Vert fará o melhor hotel boutique que a Savassi merece. A rua Arturo Toscanini será o point de maltes e champanhes. É assim, a elétrica Erica Drumond além de conduzir, faz a hotelaria.

 

A dona da razão

E já que a coluna de hoje, é dela, mais lucidez de Erica Drumond: Sou contra a transferência dos voos de Confins para Pampulha. Respeito R$ 1 bi em investimentos que fizeram nosso aeroporto Internacional. Quero a melhoria do acesso a Confins. Quando um governo não planeja e não tem projetos, acaba propondo o retrocesso. Claro que o "entourage" que voa para Brasília ou para São Paulo com dinheiro publico pagará até o triplo para usar o Pampulha. Reformem primeiro essa pocilga da Pampulha. 

 

No lançamento do novo cardápio do Motel Green Park, que faz parte do grupo Maquiné juntamente com o Hotel Ouro Minas, Douglas e Luiz Antonio Drumond
Foto: Edy Fernandes

Curtas & Finas

* Conselho final de Erica Drumond: Coloquem vôos para todo o nosso estado. Construam alguma coisa! Criem novos vôos. Transferência não.
 

* Sempre estrela, Gloria Kalil, nos 10 anos do Minas Trend, falando da moda mineira: Bacana e heróica. Sabemos o quanto as indústrias apanham para se manterem vivas.
 

É uma comemoração muito interessante, bonita, merece a festa que está tendo. Fico emocionada com essa persistência da indústria da moda que atravessa crises, num vai e vem.

Sobre a moda não ter tempo a perder no Brasil, fala Glória: Nem no mundo. A moda veloz não é invenção nossa.

No mundo inteiro ela corre atrás do consumidor. Ele tem todas as facilidades. Pode comprar na loja, em casa, de madrugada. Então, a moda corre atrás desse novo consumidor.

O que é chique em tempos de crise para Gloria Kalil? É não reclamar.

* A marca de cafés especiais Seu Café lança produtos e serviços, dia 10, segunda-feira, às 17h, Buffet Carrossel, Santo Agostinho.