Ao Hipopótamo Elegante

Na primeira edição do ano do Conexão Empresarial, o prefeito de São Paulo, João Dória e o titular da coluna
Foto: Edy Fernandes

Ao Hipopótamo Elegante
Neste março volta a Hippopotamus, o maior ícone do entretenimento noturno da história do Rio. Ao timão, os Velhos Lobos do Mar, Omar "Catito" Peres, seu sócio e protagonista, Ricardo Amaral. Dois Quixotes da Cidade Maravilhosa. A diferença é que a dupla dinâmica não fica só no sonho impossível, pega e faz.

Hipopótamo carioca
O projeto é de Éric Figueira de Melo. Com elevador panorâmico, são três andares: "lounge" para dançar, restaurante e bar em belo terraço, onde, aos sábados, acontecerá a "Feijoada do Amaral". Aos domingos, um "brunch" carioca.

Não doi
Rimando com Gentileza Urbana, leitor da coluna propõe a Gentil Vizinhança, regulando excessos nos prédios: amortecedor de salto alto; abafador de gritos, sussurros sexuais e briga de casais; chá de noção para  uso abusivo de perfumes doces ou viris em elevadores; uso adequado da academia de ginástica; festinhas barulhentas na piscina e  na churrasqueira ao som de música sertaneja. Ah! Sobre os perfumes, da leitora Adria Castro: "Não se trata apenas de boas maneiras e gentileza. Mas também de respeito ao próximo."

Não ofende
Saudades da Socila em BH. Muito antes de manuais de Glorinha Kalil, a escola de boas maneiras era focada em comportamento social, a começar por noções básicas de se vestir bem, utilização de taças e talheres à mesa; posturas finas.

Não defende
Numa emergente sociedade de origem rural, recém chegada à próspera capital com hábitos mais civilizados, até a apresentação das filhas em seus 15 anos, no Automóvel Clube era um admirável mundo. Páginas glamurosas viradas, vida que segue! Mesmo quando celulares abafam diálogos entre amigos, em bares e restaurantes; absurdos que, segundo a cronista Danuza Leão além de desrespeitarem uns aos outros com frases e gritos, tiram a paz das mesas vizinhas.

Não volta
Educação virou frescura. Sentimos falta de quem respeita horários e se veste convenientemente. Mas principalmente de expressões mágicas como “com licença, por favor e bom dia”. De berço ou não, por aí vai a boa educação. Tomara que se restrinja às pequenas gafes e não à realidade assustadora que grassa Vitória, no Espírito Santo:  exemplo de caos ético e moral. Só Vitória?

Adoro Doria

O prefeito de São Paulo, João Doria, proferiu palestra na VB Comunicação, Nova Lima, revelando poucas e ótimas. Negou ser candidato à Presidência da República e disse que seu candidato é Geraldo Alckmin, governador de São Paulo.

Doria prefeito
Doria é coerente e grato aos três milhões de votos que teve e a seu principal apoiador, Alckmin: “Tenho que ser prefeito e, mais do que isso, tenho que ser um bom prefeito. Essa é a minha preocupação integral”.

Doria perfeito
Sem postular uma possível reeleição, disse que voltará ao setor privado. Mas! O empresário Doria tem quatro anos para aprender e ser seduzido pela cachaça que é a política e assim, alçar outros vôos.

Doria e Medioli
Nova Lima e São Paulo têm em comum a direção de prefeitos\empresários (competentes). Na conversa, entre o anfitrião, Vittorio Medioli e seu nobre hóspede, João Doria; Medioli, defendeu uma união de prefeitos: “Hoje, existem 26 municípios estratégicos no Brasil”. Doria concordou abrindo suas portas.  Para Medioli, esses municípios são fundamentais para o Brasil, pois têm refinarias, centrais hidrelétricas, indústrias, etc.A bela Ana Paula Renault
Foto: Edy Fernandes

Lança perfume

*Doria apresentou sua proposta de administração pública: empresários e população unidos.

Da limpeza total da capital, inclusive a visual (guerra aos pichadores); ao envolvimento de 44 hospitais privados no Corujão da Saúde, para os mais carentes.

Doria defendeu ainda a reforma tributária e trabalhista urgente, com legislações transparentes e adequadas.

Doria criticou os governos petistas e a maldita herança deles: 12 milhões de desempregados e elogiou o juiz Sérgio Moro: “É um herói. Não fosse Moro, essa gente ainda estaria aqui. Quero ver o país livre dessa gente que, por 13 anos, se apoderou do país, esquecendo-se de que nossa bandeira é verde e amarela, não é vermelha”.

Doria foi gentil, a bandeira do Brasil petista não era vermelha, era de piratas!

* As mulheres compram 45%* dos automóveis no Brasil. E influenciam muito a decisão dos homens.

Assim, teremos palestra de mecânica básica para mulheres: “Damas na Direção | Aprenda a ser dona do seu automóvel”. Realização do Blog Bel Martucheli, estrela do universo feminino.

A palestrante será Riza Braga, do portal Se Meu Carro Falasse. Na AvantGarde Motors, Estoril, dia 8, às 19h.