Okinawa – segredos da longevidade

A ilha de Okinawa no Japão tem um dos maiores números de centenários no mundo - cerca de 50 por 100.000 em comparação com 5  por 100.000 nos EUA. E não é apenas uma questão de avanço de idade, os idosos são felizes e independentes. Doenças como Parkinson, Alzheimer, autismo, câncer, diabetes e doenças cardíacas são praticamente inexistente antes dos 90 anos, embora os genes serem importantes, o estilo de vida pode ser o maior contribuinte. O Okinawa Centenarian Study (2000) publicou alguns fatores sobre a longevidade:


* Dieta - baseada em plantas com maiores quantidades de fitoquímicos e antioxidantes - radicais livres corretos para eliminar a inflamação de nossos corpos. Okinawans comem até 10 porções de frutas e legumes orgânicos todos os dias. Os Flavonóides (compostos estrogênicos dos alimentos) e gorduras boas são também uma base - comem grãos naturais, vegetais radiculares, batata-doce, folhas verdes e  soja fermentada (misô ou tofu)  não trangênica e orgânica.  A ingestão da proteína animal é limitada - 80%  da dieta é baseada em plantas e 20% reservada para peixes e, ocasionalmente, carne de porco. A proteína animal é também livre de antibióticos, hormônios – passa longe das fábricas que processam para chegarem embaladas a nossa casa.

 

*Restrição Calórica - Eles praticam uma técnica chamada Hara Hachi Bu, não comem em excesso, significa que param de comer quando estão 80% satisfeitos. A restrição calórica tem sido um tópico discutível, mas estudos têm mostrado que a restrição, sem desnutrição, pode produzir benefícios mensuráveis e longevidade potencial. Além de perder peso também ativa a autofagia, que é o processo pelo qual células mortas mais velhas são devoradas e limpas por outras células para manter o corpo funcionando.

 

*Exercício diário - A maioria pratica Tai Chi, karatê, jardinagem, dança, ioga ou artes marciais que são conhecidos para conectar mente e corpo em um processo mais espiritual.  Passam tempo ao ar livre no sol, ativam a vitamina D e combatem os problemas com osteoporose.  Encontre uma atividade física que lhe dê prazer, todas elas trazem benefícios. 


*Atitude positiva - capacidade de lidar com situações estressantes, bem como visão geral da vida. Os resultados de laboratório dos okinawans revelam baixos níveis de homocisteína, um aminoácido inflamatório, O estresse cria desequilíbrios hormonais, aumenta a pressão arterial e nos entristece.  Encontre seu equilíbrio – cultive a espiritualidade, crença é fazer com que a vida valha a pena ser vivida, não importa quantos anos você tenha. Você ajuda os outros e continua a procurar sempre uma nova missão.