Paulo Navarro | segunda-feira, 8 de abril de 2019

O casal que une novas ideias e ações para Minas: o vice-governador, Paulo Brant, e a presidente do Servas, Alexia Paiva

Foto: PNC/Divulgação

Esquina do fim 

Crises econômicas, longas e cruéis, como a brasileira, têm várias faces tristes. Caem a qualidade de vida, planos e perspectivas. Aumentam a inflação, a violência, as doenças e o desemprego. Do desemprego nascem outros males. Perde-se a dignidade, as oportunidades o crescimento pessoal e, em consequência, o do país. O desemprego cria desalentados, deprimidos e aumenta o trabalho informal.

Esquina do caos 

O trabalho informal, que agrava a já combalida Previdência, é um poço de insegurança e de perigos. O exemplo estás nas ruas do Brasil, nas ruas e trânsito de Belo Horizonte. Basta olhar para os lados. É enorme a quantidade de ambulantes vendendo de um tudo, sem o menor controle.

Esquina dos aflitos 

Você para o carro num sinal vermelho e surge uma chuva de desesperados, fazendo malabarismos, mágica; vendendo roupas, balas, panos, bugigangas; distribuindo toda a sorte de panfletos e propaganda. Quando a classe média toma o lugar de mendigos, é sinal que algo vai muito mal.

 

Estado de sitio 

A família Brant é doce travessia em nossas vidas, incluindo o vice-governador, Paulo Brant. Com o governador Zema viajando, Brant foi o interino e anfitrião da noite do dia 4, no Palácio das Artes, empossando os dirigentes do Sistema Estadual de Cultura. Paulo Brant, sujeito fino, não deve saber da truculência, inclusive física, com que a imprensa foi recebida. Recebida por uma “assessoria de imprensa egressa de um Gabinete Militar”. O partido NOVO precisa parar de praticar a Velha Política.

Novo Servas

O Serviço Social Autônomo Servas, beneficente, é educação, cultura, esporte, saúde e lazer em Minas. A atual presidente, Aléxia Paiva, quer renovar. Daí, a campanha “Uma Páscoa mais doce” em prol de creches filantrópicas, arrecadando ovos de chocolate ou dinheiro. Um café da manhã para 120 crianças será oferecido nos jardins do Palácio da Liberdade.

Curtas & Finas

* O evento de Karine Lara, o workshop da noiva mineira, O Meu Dia D, acontece dia 17 de maio, na Casa Orla, das 16h às 22h, reunindo os melhores fornecedores de casamento, todos eles credenciados.

É a rede de fornecedores e noivas que mais cresce em BH, referência entre nubentes. São duas edições anuais na cidade, mirando São Paulo e Rio de Janeiro.

Na pauta, o desfile moda noiva, com o incontornável estilista Giulliano Oliva, “queridinho” das noivas e grande parceiro de O Meu Dia D.

* Letícia Viana, diretora do Studio Le Dance, ainda comemora sua companhia no Concurso Internacional de Bailados do Porto.

Foi a única representante da dança clássica de Minas em Portugal.

Letícia embarcou com 12 bailarinas, de 10 e 11 anos. Voltaram, felizes, dia 6.

* A Magrass é a maior rede de emagrecimento saudável e estética de resultado da América Latina e a que apresenta a maior lucratividade para seus franqueados.

A Magrass agora também está em Belo Horizonte, no Buritis.