Paulo Navarro | segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

O jornalista Antônio Claret Guerra, diretor-geral do Jornal MG Turismo, que atualmente também é presidente da Associação de Jornalistas e Blogueiros de Turismo do Brasil seção Minas Gerais, ao lado da esposa, Suely

Foto: Edy Fernandes

A eterna primeira bailarina do Brasil, Ana Botafogo ao lado da festejada bailarina mineira mirim, Luciana Sagioro, durante o lançamento exclusivo de sua marca Dança Bailarina, em Copacabana, no Rio de Janeiro

Foto: Divulgação/Doorgal Andrada

Passando o bastão 

Dia 18 de dezembro, a bailarina mineira Luciana Sagioro, 12, lançou, com exclusividade, sua marca, Dança Bailarina, na boutique Ana Botafogo, eterna primeira bailarina do Brasil. Sagioro é promessa do balé brasileiro, na Cia. Petite Danse, Rio. Já venceu festivais nacionais e internacionais. A parceria com Ana Botafogo é um encontro entre gerações, por um ideal poético: o amor pela dança.

Missão impossível 

Na 39ª Reunião Ordinária do CET/MG, Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais, na Cidade Administrativa, a Ajobtur – Associação de Jornalistas e Blogueiros de Turismo do Brasil foi homologada como representante da sociedade civil para 2019/2020 do governador Romeu Zema.

Missão invisível 

Em fevereiro, o presidente nacional da Ajobtur, Claudir Benini, visita Minas, depois Brasília, para audiência com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Os representantes da Ajobtur-MG no CET serão os jornalistas Antônio Claret Guerra e João Carlos Amaral. Veremos!

Ecos de 2018

Do Rio de Janeiro, o titular fala sobre sua passagem de ano, na Barra da Tijuca – praia de Jair Bolsonaro –, que, sem a pretensão dos milhões de Copacabana, reuniu, em bela festa, mais de 300 mil pessoas. Moradores, claro; brasileiros de todo o país e muitos, muitos argentinos, aliás, em toda a cidade. Mais calmo e seguro, o réveillon da Barra da Tijuca só faz crescer. O show de luzes acontece nas coberturas de oito grandes hotéis, em dois condomínios e dois shoppings. O Rio é uma festa!

Curtas & Finas

* Ainda na Barra da Tijuca, impressionante o tráfego de helicópteros rumo às mansões, lanchas, barcos e iates de Angra dos Reis. Realmente, novos tempos e muita esperança de retomada econômica.

Voltando aos argentinos, apesar da crise lá também, eles invadiram o Rio de Janeiro, mesmo com o real valendo dez pesos. Imaginem então como deve estar Florianópolis, muito mais perto da Argentina.

Mesmo sendo uma elite argentina, existem dificuldades que são resolvidas trocando os hotéis lotados e caros por apartamentos alugados.

No mais, muitos italianos e alguns franceses também.

* Registramos ainda um grande evento que foi destinado apenas a maiores de 18 anos, o Réveillon Jericoacoara John John Rocks 2019, nas praias do Ceará.

O paraíso para a moçada já existia, mas faltava uma comemoração histórica. Um virada inolvidável com gosto de “já pegou”.

Cinco dias de muito rock! Estruturas paradisíacas, artistas de expressão mundial e “open bar” em todas as festas.